Adalberto Rezende, da redação.

 

As vendas de carros elétricos e híbridos no Brasil tiveram um aumento de 77% no ano passado em comparação com 2020. A informação foi divulgada pela Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), que atribui esse fato a alguns acontecimentos ocorridos nos últimos 12 meses, com destaque para o aumento do preço dos combustíveis, que mais uma vez teve reajuste confirmado no dia 10 de março de 2022.

 

O setor de fabricação de veículos elétricos está chamando cada vez mais a atenção dos fornecedores de aços, além da construção civil, cuja demanda cresce principalmente em função da fabricação de estruturas metálicas e de itens complementares feitos em aço ou alumínio, de acordo com uma pesquisa feita em parceria pela Associação Brasileira da Construção Metálica (Abcem) e o Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), divulgada no ano passado. 

 

Setor de carros elétricos e o ramo de aços, cada vez mais próximos

 

O interesse no fornecimento de materiais metálicos que atendam aos requisitos dos fabricantes de veículos elétricos foi um dos assuntos mencionados por Giovanni Marques, gerente de marketing da Açovisa, empresa fornecedora de barras de aço e prestadora de serviços como corte de metais e análise metalográfica, com matriz em Guarulhos (SP). 

 

Na visão da companhia, de acordo com informações fornecidas pelo executivo à revista Corte e Conformação de Metais, o setor de eletrificação de veículos poderá ser um dos principais demandantes de aços este ano. Ainda segundo ele, “outro setor que se manterá forte no consumo de aços é o de implementos rodoviários. A área de transportes nunca esteve tão fomentada”.

 

Diogo Seixas, diretor da ABVE, considera que os recentes acontecimentos que estão elevando o preço dos combustíveis estão servindo de incentivo para o consumidor dar cada vez mais atenção às tendências de eletrificação de automóveis, caminhões, ônibus, entre outros. Nas palavras dele, “o futuro do carro elétrico está cada vez mais próximo”. 

 

 

Mercado de aços em alta


Os dados positivos referentes ao mercado de aços que foram divulgados nos últimos meses estão servindo de incentivo para a elaboração de boas projeções para o setor este ano. E as apostas não estão centradas em apenas um ou dois segmentos consumidores de aços no Brasil. Mais um fator positivo.

 

Algumas estatísticas sobre a comercialização de aços no País deram bons sinais como, por exemplo, as apresentadas pelo Instituto Nacional dos Distribuidores de Aços (Inda): as compras computadas de dezembro de 2021 a janeiro de 2022 mostraram alta de 21,7%, as vendas registradas nesse mesmo período aumentaram 14,2% e os estoques também aumentaram entre esses meses, com acréscimo de 0,5%.

 

 

Previsão de expansão da cadeia siderúrgica

 

A Açovisa também divulgou que pretende expandir a sua rede de comercialização de aços no Brasil. Em comunicado à imprensa, foi informado que a empresa tem interesse em consolidar negócios em diversas regiões do País. Uma delas é a Região Sul.  

 

De acordo com a companhia, alguns dados por ela divulgados contribuíram para essa tomada de decisão. Esses dados dizem respeito à contribuição do setor metalúrgico para o crescimento de 12,2% da economia do Estado do Rio Grande do Sul no período de janeiro a setembro de 2021, e também sobre a indústria catarinense que encerrou o ano passado apresentando o segundo maior crescimento econômico do País. 

 

Também em comunicado à imprensa, foi informado que essas informações foram obtidas a partir de indicadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Banco Central e do Ministério da Economia.

 

 

Imagem: Pixabay

 

Leia também:

 

Posto de estudos sobre grafeno passa a operar em SP

 

Cobertura contra furto e danos em máquinas e parques fabris passou a ser oferecida como serviço.

 

#Aços #VeículosElétricos #RededeComércio #CCM

 

 




 

 



Mais Notícias CCM



Nova unidade da Igus vai promover a automação de baixo custo

Um centro de automação foi inaugurado pela empresa alemã em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

11/07/2024


Lecar não vai mais produzir automóveis elétricos. Agora, só híbridos.

Empresa brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024