A Librelato, fabricante de implementos rodoviários sediada em Içara (SC), anunciou um novo investimento em processos de digitalização e automação da produção com a maior célula de solda robotizada da América Latina, que fará as junções da estrutura completa dos implementos.

 

 

De acordo com a companhia, o projeto recebeu um investimento de R$12 milhões e começou a ser instalado em 2021 na fábrica de Criciúma (SC), em 2021. Nesse período os operadores passaram por treinamentos específicos para trabalhar com o equipamento. A nova célula deve entrar em operação em março de 2022.

 

O objetivo dessa célula robotizada para soldagem é melhorar a qualidade final do produto, padronizando o processo de soldagem. Os benefícios do investimento, segundo a empresa, estão no fato de a tecnologia permitir a soldagem completa de um implemento em cerca de 30 minutos, uma redução de 35% no tempo de produção, o que viabiliza a fabricação de 25 implementos por dia, um aumento de 20%.

 

Segundo Rodrigo Corso, gerente de excelência operacional da Librelato, a unidade terá interação com tecnologias da indústria 4.0, uma vez que a aplicação da internet industrial e da robótica está movimentando o mercado e trazendo inovações que são capazes de aumentar a produtividade e estimular os negócios. “A célula de soldagem robotizada terá toda a integração em tempo real. Da minha casa, pelo meu celular, eu conseguirei ver o que está acontecendo na produção e isso é um grande avanço para a companhia e seus clientes finais”, finalizou Corso.

(Foto: divulgação, Librelato)



Mais Notícias CCM



Analisador portátil identifica ligas metálicas instantaneamente

Novos modelos de analisadores portáteis permitem a identificação de elementos de liga em metais de forma rápida e com recursos de conectividade.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


Estampagem a quente e recursos digitais serão mostrados pela Schuler na EuroBLECH

Fabricante de prensas vai expor tecnologia para estampagem a quente e união de chapas por temperatura e pressão na feira alemã EuroBLECH de 2024.

15/07/2024