Proporcionar melhorias às linhas de produção da Embraer é um dos objetivos de uma parceria formada entre a empresa e a Toyota do Brasil (São Bernardo do Campo, SP), com matriz no Japão, que também incluiu a otimização da fabricação de peças para aeronaves comerciais como, por exemplo, asas para jatos, produzidas na Unidade Ozires Silva, situada no município de São José dos Campos (SP). 

 

Trata-se de uma nova etapa de um consórcio estabelecido pelas duas companhias no ano passado, o que consiste na aplicação de fundamentos e conceitos do “Sistema Toyota de Produção” (do original, em inglês, Toyota Production System, TPS) nos processos produtivos da planta fabril da Embraer mencionada acima.

Conforme informações fornecidas à imprensa, o uso das diretrizes do TPS em uma das etapas de fabricação de asas para jatos comerciais E-Jets proporcionou uma redução de 50% do ciclo de produção, ao passo que houve redução de 17% do tempo total do processo produtivo desses tipos de peças. Nesse sentido, ainda de acordo com a Embraer, o ganho de eficiência foi de cerca de 20%.

 

A equipe que está à frente do Programa de Excelência Empresarial Embraer também atua na busca por melhorias nos processos produtivos da companhia. Masahiro Inoue, CEO da Toyota para a América Latina, comentou mais sobre este assunto, enfatizando a importância da sinergia: “Essa parceria está envolvendo muita troca de experiências e fomentando ideias para soluções conjuntas, visando ao fortalecimento de operações da Embraer. É importante salientar que o foco também está no desenvolvimento de pessoas e na melhoria contínua”.

 

Já Luís Carlos Marinho, vice-presidente executivo de operações da Embraer, comentou que “a interação contínua, o engajamento das equipes e o aprofundamento de conhecimentos foram fundamentais para a obtenção de resultados expressivos e para a potencialização da eficiência dos processos produtivos”. 

 

Além disso, o uso de energia de fontes renováveis em seu parque fabril também está nos planos da Embraer, o que, de acordo com a companhia, é uma de suas metas para o próximo ano. 

 

A Embraer pode ser contatada pelo seu site, e o contato com a Toyota pode ser feito pelo e-mail clientes@sac.toyota.com.br.

 

 

Imagem: Embraer/Divulgação. Da esquerda para a direita: Luís Marinho, Masahiro Inoue e Rafael Chang.

 

Leia também:

 

Projetos de construção leve são direcionados para o uso de espumas em partículas

 

A transição de projetos de reciclagem PIR para PCR na indústria de transformação de plásticos

 

Uso de insertos impressos em 3D proporciona vantagens na moldagem por injeção

 

#Embraer #Toyota #OtimizaçãodaProdução #PlásticoIndustrial



Mais Notícias PI



Fabricante de embalagens se prepara para possível nova seca em Manaus

Antevendo desafios logísticos, a Extrusa Pack vai estocar matéria-prima em suas unidades na região Sudeste e é parceira na implantação de um posto de distribuição no AM.

23/07/2024


Fretes marítimos e seu impacto no mercado de resinas termoplásticas

Cenário internacional sob influência de questões geopolíticas elevou os preços dos fretes, o que poderá resultar em redução das importações de resinas, favorecendo os produtores locais.

23/07/2024


A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024