Fabricante de equipamentos para refrigeração, a Transcalor (São Bernardo do Campo, SP) vai aproveitar a sua participação na Plástico Brasil para apresentar ao mercado a sua nova marca, definida após a restruturação da linha de produtos, mudanças na forma de comunicação e no objetivo de atendimento ao cliente. “Essa feira é a maior do segmento e uma oportunidade excelente, uma vitrine muito boa, para mostrar ao mercado a nova Transcalor”, afirmou Alexandre Cohen, gerente comercial da empresa (foto).

 

Uma ação de marketing coordenada vai destacar durante o evento as mudanças que ocorreram na empresa, desde que ela foi adquirida por uma holding do setor. “O objetivo é contar o que ocorreu de dentro para fora, ou seja, a evolução, o renascimento da Transcalor, como uma nova marca”, disse o executivo.

 

No evento, a empresa vai expor três linhas distintas de produtos, as quais incluem os chillers com condensação a ar, os sistemas de trocadores de calor a água – ambos voltados para a fabricação de filmes plásticos e sacolas – e a linha de termorreguladores, composta por aquecedores de moldes.

 

Foco no processo

 

A proposta da nova Transcalor é manter o foco no processo de seus clientes, e não apenas nos produtos, que já possuem qualidade reconhecida. “Garantimos ao cliente o cuidado com o que ele mais se preocupa, que é manter a linha de produção operacional”, afirmou o gerente comercial. Para Alexandre Cohen a feira será uma oportunidade de mostrar para o mercado soluções integradas de alta eficiência, além de uma linha completa de produtos com recursos tecnológicos avançados.

 

Com uma fábrica em São Bernardo do Campo (SP) e estrutura própria de assistência técnica, a Transcalor conta com capacidade para produzir 45 chillers por mês e possui cerca de seis mil equipamentos instalados no Brasil, atendendo desde clientes emergentes de pequeno porte até grandes players como Raízen, Urca, Biogás e Ambev.


Foto: Transcalor



 

Leia também:

 

Acordo entre empresas de automação industrial

 

Tecnologia e confiança no mercado brasileiro



 



 

#Transcalor

#chillers

#termorreguladores

 



Mais Notícias PI



A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Consumo de PVC aumentou entre 2022 e 2023

Pesquisa do IBPVC e da MaxiQuim revelou que o consumo aparente de PVC no País, nos dois últimos anos, passou de 1.024 para 1.122 toneladas.

25/06/2024