Companhias brasileiras fornecedoras de máquinas e equipamentos industriais que participaram da última edição da Feira K, realizada em outubro na cidade de Düsseldorf, na Alemanha, movimentaram US$ 15,4 milhões em negócios realizados durante o evento. O volume total de negócios fechados é 30% maior do que o observado em 2019.

Bons ventos para a indústria brasileira de máquinas industriais na última edição da Feira K

Essas informações foram fornecidas à imprensa pelas instituições criadoras do Programa Brazil Machinery Solutions (BMS) – que promoveu e apoiou a participação das empresas Carnevalli, Lakatos, Mecalor e Rulli na K –, a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Ainda de acordo com as instituições, isso representa um aumento de 17% dos negócios realizados no evento este ano em relação a 2019, somando cerca de US$ 5,3 milhões. Também foi informado que as negociações projetadas para os próximos 12 meses aumentaram em 38,4% em comparação a 2019. A previsão é que esses negócios movimentem US$ 10,1 milhões. 

 

Além disso, foi divulgado que países como a Argentina e Peru figuram entre os principais negociadores, os quais, em 2021, movimentaram US$ 14,1 milhões e US$ 7,6 milhões, respectivamente, no setor de importação de máquinas e equipamentos industriais do Brasil. O México também aparece como um dos principais negociadores.

 

No ano passado, equipamentos para transformação de resinas termoplásticas e elastômeros foram dos principais produtos brasileiros exportados, que movimentaram cerca de US$ 25,7 milhões neste setor. 

 

Mais informações podem ser obtidas no site da Abimaq, ApexBrasil e do BMS.


 

Imagem: Freepik


 

 

Confira mais notícias:

 

Madeira plástica ganha mercado

 

Indústria de capacetes em bom momento 

 

#Abimaq #ApexBrasil #K2022 #PI



Mais Notícias PI



A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Consumo de PVC aumentou entre 2022 e 2023

Pesquisa do IBPVC e da MaxiQuim revelou que o consumo aparente de PVC no País, nos dois últimos anos, passou de 1.024 para 1.122 toneladas.

25/06/2024