Garantir uma pressão de contato uniforme durante a soldagem a laser de componentes plásticos é um critério importante para a obtenção de produtos finais de boa qualidade. A linha de junção só adquire boa qualidade se houver pressão constante em toda a área de soldagem.

 

Na maioria dos sistemas, ferramentas de vidro são usadas com esta finalidade por serem transparentes ao laser, mas elas apresentam desvantagens como o acúmulo de partículas, que acaba comprometendo a própria transparência, com potencial prejuízo do resultado da soldagem. Para evitar esse problema, o vidro deve ser limpo ou substituído regularmente, resultando em interrupções da produção. O manuseio costuma ser complicado e, especialmente no caso de altas taxas de produção, esse processo pode afetar seriamente a produtividade e a lucratividade.

 

Esses pontos fracos foram avaliados pela empresa alemã LPKF Laser & Electronics, desenvolvedora de sistemas a laser, que criou um dispositivo de fixação duplo (DCD) com potencial para contorná-los.

 

Testado em campo, o DCD é feito de metal e fixa as peças pela parte externa e interna. Seu projeto incorpora um canal para passagem do feixe de laser e várias barras de retenção finas e de formato especial que não interferem na linha de solda, mesmo após muitos ciclos de produção. Por ser bastante robusto, o dispositivo dificilmente sofre danos e, caso isso ocorra, pode ter componentes trocados com facilidade, o que não acontece com uma placa de vidro.




O dispositivo de fixação dupla LPKF (DCD). O projeto com barras de retenção finas permite a passagem do feixe de laser e resiste a muitos ciclos de produção (foto: LPKF)

 

 

 

Conteúdo relacionado:

União mecânica entre peças feitas com polímero expandido

 

#LPKF

#soldagemdepeçasplásticas

 

 



Mais Notícias PI



Mobilidade elétrica: novos grades de PPA voltados à inovação sustentável

Empresa desenvolveu novas soluções de poliftalamida (PPA) projetadas para aplicações em componentes de transportes elétricos e em eletrônica de potência.

30/11/2021


Projeto usará embalagens de EPS na produção de peças para eletrodomésticos

Parceria que visa à fabricação de peças para refrigeradores usando embalagens de EPS pretende reaproveitar 200 toneladas de material pós-consumo até o próximo ano.

30/11/2021


ESG na prática no setor de plásticos

Optar pela desafiadora reciclagem de filmes flexíveis levou a Plastiweber a conceber novos produtos e aplicações para os laminados obtidos a partir de material pós-consumo.

30/11/2021