A rápida evolução do mercado de manufatura aditiva levou a divisão de polímeros de alta performance da RadiciGroup (Itália) a desenvolver a linha Radilon® Adline de filamentos para impressão 3D baseados em graus especiais de poliamida.

 

Caracterizados pelo alto desempenho que é típico das poliamidas, os filamentos são adequados não só para a prototipagem, mas também para a fabricação de peças funcionais. Eles também foram testados com diferentes sistemas de impressão 3D abertos, de forma a garantir a compatibilidade no processamento do material em diferentes equipamentos.

 

“Os requisitos técnicos da manufatura aditiva são especiais e não são tão simples de atender pelos polímeros semicristalinos”, explicou Chiara Devasini, líder do projeto de marketing e desenvolvimento da divisão de polímeros de alta performance da Radici, que tem unidade brasileira em Araçariguama (SP). “Por isso, toda a primeira fase do projeto de impressão 3D foi dedicada à identificação das poliamidas que atendem a esses requisitos e tivemos sucesso no desenvolvimento de produtos de alto conteúdo técnico, baseados nas copoliamidas PA6 / 6.6 com ponto de fusão de 195° C, o que os torna adequados para a maioria das impressoras 3D.”

 

O portfólio de filamentos da Radici é composto pelas linhas Radilon®Adline CS e Radilon®Adline CS CF. O primeiro é um copolímero PA6 / 66, compatível com tecnologias de impressão 3D e acabamento superficial superior devido à boa adesão intercamadas e ao baixo índice de empenamento. A versão CS CF é reforçada com carbono, o que não só garante facilidade de impressão, mas também proporciona às peças impressas um melhor desempenho em termos de módulo, rigidez e propriedades mecânicas.

 

Foto: Radici

 

Conteúdo relacionado:

 

Termoplásticos com fibra de carbono impressos em 3D em larga escala

Moldes impressos em 3D podem representar economia de até 90%


 

#Radici #poliamida #poliamidaparaimpressão3D



Mais Notícias PI



Uma rede de produção para a impressão 3D

A EOS passou a gerir sua própria rede de parceiros em manufatura aditiva, que conecta empresas de diversos portes para produzir peças impressas em 3D em larga escala.

20/01/2022


Compósitos termoplásticos podem substituir componentes metálicos de baterias

O instituto espanhol Aimplas está desenvolvendo novos processos de transformação de compósitos termoplásticos que visam substituir a carcaça metálica das baterias de veículos elétricos.

20/01/2022


Máquinas de autoatendimento incentivam a reciclagem de embalagens

Mais dez unidades da chamada Retorna Machine são instaladas em pontos da cidade de São Paulo, pela Ambev e Triciclo-Ambipar, que incentiva a troca de embalagens pós-consumo por serviços e créditos.

19/01/2022