A Arkema realizará apresentações sobre seus produtos no Recy-Plastech – Seminário Internacional de Sustentabilidade e Reciclagem de Plástico, que acontece nos dias 3 e 4 de novembro de 2021 em formato totalmente online.

Biopolímeros serão apresentados em evento que acontece no próximo mês

 

No primeiro dia do evento, Raquel Souza, gerente de novos negócios da Arkema, apresentará o Graphistrength, um masterbatch de nanotubos de carbono feitos de bio-ethanol. Trata-se de uma solução bio renovável alternativa ao grafeno, indicada para a melhoria da condutividade elétrica, de propriedades mecânicas e dissipação eletroestática de inúmeras aplicações como dispersões líquidas, elastômeros, termoplásticos, termorrígidos, cerâmica e tintas.

 

“Com uma produção em larga escala de mais de 400 toneladas por ano, o Graphistrength não gera subprodutos, contribuindo para a sustentabilidade. Estão disponíveis mais de vinte versões de masterbatches dessa linha como, por exemplo, de base de polímeros, de elastômeros e em pó para dispersões líquidas”, comentou a executiva.

 

No dia 4 de novembro, Patrícia Lanzarini, gerente de negócios da Arkema, falará sobre a Elium, uma resina acrílica termoplástica líquida, livre de estireno e reciclável, indicada para a produção de compósitos a baixas temperaturas e pressão. A solução oferece a vantagem de reciclabilidade, mas também de termoformagem e termossoldagem para segmentos como o de energia eólica, automotivo, de construção e esportes, por exemplo.

 

“Elium é uma solução única para a fabricação de compósitos, baseada nos mesmos processos de fabricação usados para produzir peças de resina termofixa. A solução foi vencedora do prêmio internacional Pierre Potier 2020, que reconhece iniciativas do segmento de química para o desenvolvimento sustentável”, disse a executiva.

 

 

Imagem: Arkema

 

Conteúdo relacionado:

 

Reciclagem de plásticos e sustentabilidade em destaque

Reciclagem química de PU integra projeto de economia circular

 

#Arkema #RecyPlastech #Biopolímeros #Plástico


 



Mais Notícias PI



Do frasco ao solado. Garrafas PET transformadas em laminados para calçados.

Um volume de 17,3 milhões de garrafas PET recicladas foi convertido em matéria-prima para a fabricação de laminados para calçados, desenvolvidos no Brasil.

27/02/2024


Bicampeão mundial de surfe lançou prancha feita 100% em EPS

Fabricada pela Kos Blanks a partir de poliestireno expandido (EPS) fornecido pela Termotécnica, a prancha foi desenvolvida por Filipe Toledo.

14/02/2024


Reciclagem avançada de PET, da universidade para o mercado

Empresa criada na Universidade de Eindhoven lança mundialmente os seus equipamentos para reciclagem avançada de PET, transformando resíduos pós-consumo em um pré-polímero que dá origem a novo material com as mesmas propriedades da resina virgem.

15/02/2024