Os tutores de cães, gatos e de outros animais de estimação atualmente podem contar com uma variedade de produtos feitos em plástico para atender às necessidades de seus pets. Alguns dos mais comuns são potinhos e tigelas para acondicionamento de água ou alimentos, mas o material também está presente em embalagens para pet food e remédios, assim como em brinquedos e acessórios, entre outros. E tem muito mais vindo por aí.

Mercado de produtos para pet abre oportunidades para aplicação de plásticos na fabricação de itens

 

Um dos plásticos cujo uso está crescendo nessa área é a poliamida (PA), também conhecida pela marca comercial registrada Nylon, que é fornecida em diferentes versões e apresenta características adequadas à fabricação desses itens. Esse polímero pode ser utilizado na produção de objetos que requeiram alta resistência mecânica, no caso de recipientes e brinquedos que resistam a mordidas, por exemplo, ou que permitam uma conservação prolongada do sabor e aroma de alimentos, que seria uma ótima funcionalidade para embalagens.

 

E ainda no que diz respeito à fabricação de embalagens de produtos para pets, o uso de poliamida poderia proporcionar vantagens como resistência a rasgos, alta transparência, para embalagens com “janela”, além de resistência à variação de temperatura. Segundo Carlos Catarozzo, diretor da fornecedora de poliamidas UBE na América Latina, com matriz no Japão, esse tipo de plástico também é adequado para a produção de embalagens com capacidade para impedir que gases e/ou produtos químicos comprometam a conservação de nutrientes de pet food.

 

“Cada vez mais os animais de estimação são vistos como membros da família, e sua saúde e bem-estar são prioridades para seus donos”, comentou. E tendências de crescimento do ramo de produtos para pets, que vêm sendo pronunciadas desde antes do início da pandemia de Covid-19, também foram apontadas em um estudo divulgado pelo Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan). De acordo com o levantamento mencionado, foram identificadas tendências de aumento do consumo de produtos e serviços voltados para animais domésticos.

 

Quer saber mais sobre a poliamida? Confira a seção Matéria-prima e tenha acesso à ficha técnica deste e de outros plásticos.

 

Imagem: UBE

 

#Pets #Poliamida #Plásticos #UBE



Mais Notícias PI



A Lecar não vai mais produzir carros elétricos, mas sim híbridos.

Montadora brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


Empresas de extrusão buscam atualização tecnológica

Ênfase no atendimento ao setor de embalagens e interesse por tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 são tendências entre as empresas que processam materiais plásticos usando o processo de extrusão.

01/07/2024


Consumo de PVC aumentou entre 2022 e 2023

Pesquisa do IBPVC e da MaxiQuim revelou que o consumo aparente de PVC no País, nos dois últimos anos, passou de 1.024 para 1.122 toneladas.

25/06/2024