A desenvolvedora suíça de embalagens Amcor, com subsidiária em São Paulo (SP), divulgou uma linha de garrafas transparentes para leite fresco feitas com poli(tereftalato de etileno) (PET) contendo 20% de resina reciclada pós-consumo, lançada recentemente na Argentina.

 

O recipiente de 1 litro, com design personalizado, apoia o posicionamento da marca argentina de leite La Serenisima – com unidade nacional em Barueri (SP) – como um produto natural, ao mesmo tempo em que oferece vida útil e benefícios de sustentabilidade. A Amcor identificou que a embalagem precisaria atender às novas tendências do mercado e o desejo crescente dos consumidores por sistemas mais sustentáveis. 

 

Um dos desafios técnicos importantes no desenvolvimento foi limitar a exposição à luz para evitar danos ao produto, o que foi resolvido pela Amcor por meio do uso de um aditivo que fornece barreira à luz enquanto mantém os índices de transparência da garrafa, a qual inclui um acabamento com tampa de rosca com 38 mm de diâmetro, feita com polietileno de alta densidade (PEAD).

 

Segundo informações da companhia suíça, esta inovação com 20% de material pós-consumo (PCR) ofereceu a oportunidade de cumprir parte de sua promessa de desenvolver todas as embalagens com intuito de serem recicláveis ou reutilizáveis, até o ano de 2025, aumentando o uso de PCR e colaborando com o aumento das taxas de reciclagem. Isso incentiva a coleta de resíduos plásticos pós-consumo e reduz a pegada de carbono dos produtos. Só no ano passado, a empresa utilizou mais de 83.000 toneladas de PCR e, com inovações como essas, espera ampliar esse progresso para ter, pelo menos, 10% de PCR no portfólio de embalagens em quatro anos.

 

(Foto: Amcor)

#garrafatransparente #petreciclado #garrafaparaleite

 

Conteúdo relacionado:

Aplicação de plasma substitui camada de barreira em embalagens para produtos químicos

Resinas para fabricação de embalagens rígidas com espessura fina



Mais Notícias PI



Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022


Empresa supera sua meta de uso de material reciclado

A SC Johnson superou sua meta de uso de 15% de plástico reciclado em suas embalagens quatro anos antes do previsto e, agora, quase dobra a aposta para usar 25% até 2025.

12/01/2022


Alta da produção de resinas recicladas nos últimos anos

Mais de um milhão de toneladas de resinas recicladas foram produzidas em 2020 no Brasil, de acordo com levantamento da MaxiQuim. Também foi percebido aumento do consumo de resíduos plásticos entre 2019 e 2020.

07/12/2021