A Escola de Engenharia (EE) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) – campus Higienópolis em São Paulo (SP) –, assinou um convênio de cooperação com o Grupo Isorecort, empresa especializada em EPS, para desenvolver e aprimorar projetos voltados ao uso do material na construção civil.

 

De acordo com a universidade, a parceria teve início com um trabalho de conclusão de curso de Engenharia Civil da UPM em que, sob a orientação da professora Fabiola R. Beltrame, os alunos recém-formados engenheiros Letícia B. A. de Lima, Matheus N. Moreira, Thomas H. Kuninari e Rodolfo C. Santos, avaliaram o desempenho dos painéis de poliestireno expandido (EPS) revestidos com argamassa armada como sistema construtivo.

 

O EPS é mais empregado na construção civil nos Estados Unidos, Japão e em países europeus devido à sua versatilidade e apelo sustentável, uma vez que é muito leve e não há desperdícios de material. Trata-se de um sistema construtivo que reduz os custos da obra e proporciona maiores índices de agilidade em todo o processo.

 

Com resultados promissores, os alunos comprovaram aumento da produtividade, além de desempenho térmico e ambiental superiores ao método construtivo de alvenaria estrutural. “Notamos um custo competitivo e desempenho estrutural favoráveis, colocando o sistema com EPS em condição para ser aplicado em diferentes construções residenciais”, afirmou a orientadora Beltrame.

 

Em vista dos resultados apresentados, o Grupo Isorecort passou a fornecer os painéis, materiais, mão de obra (para execução do projeto no laboratório de estruturas da EE e auxílio nos ensaios de resistência nos painéis) e, a partir dessa colaboração, o projeto passa a ser uma cooperação entre a indústria e a universidade, dando continuidade às pesquisas e aplicações do sistema construtivo e oportunidade aos próximos alunos da engenharia civil que trabalharem nesse campo.

 

Prezamos muito a colaboração com as instituições de ensino. Estamos felizes com a parceria e já planejando o futuro com participações em lives, palestras e bolsas remuneradas para alguns alunos”, finalizou Rodrigo Rezende, gerente administrativo do Grupo Isorecort.


 

(Foto: Grupo Isorecort) Colaborador do Grupo Isorecort, demonstra aos alunos do Mackenzie a aplicação de EPS

#plastico #eps #isopor #construcaocivil


 

Conteúdo relacionado:

Instituto promove a reciclagem de EPS

Recuperação e reciclagem de plásticos aditivados ou contaminados



Mais Notícias PI



PA reciclada a partir de aparas industriais

A japonesa UBE desenvolveu dois novos grades de PA reciclada proveniente de aparas industriais de filmes. O material é ideal para produção de monofilamentos.

15/10/2021


Cursos técnicos gratuitos com vagas abertas para 2022

Unidade de São Bernardo do Campo (SP) da Escola Senai oferece mais de 80 vagas, em diversos períodos, para curso técnico gratuito especializado em química e materiais plásticos.

15/10/2021


Gestão empresarial e sustentabilidade

Saiba mais sobre o livro que reúne diálogos sobre teoria, conceitos e metodologias relacionados à gestão empresarial para a sustentabilidade.

14/10/2021