Os plásticos já provaram ser indispensáveis para o modo de vida da sociedade atual, mas o fato é que décadas de descaso com o seu descarte resultaram em um passivo ambiental considerável, a ser gerenciado com urgência.

 

Atentas a essa questão, as empresas da segunda geração se movimentam há, pelo menos, uma década em direção a um modelo mais sustentável de atuação, muito antes de a Fundação Ellen MacArthur propor, em 2018, a criação do compromisso global denominado Nova Economia do Plástico. Esta iniciativa, no entanto, foi um marco na formalização de ações envolvendo os diferentes elos da cadeia, que vão desde os desenvolvedores de resina até grandes marcas usuárias dos produtos finais. Muitas delas têm metas de obter melhor reputação junto aos consumidores pelo compromisso com a questão ambiental.

 

Entre essas duas pontas está a indústria de transformação de plásticos, que é responsável simplesmente por fazer isso tudo funcionar, tanto adaptando-se tecnicamente para o uso dos novos materiais propostos pela segunda geração quanto atuando como facilitadora para que as grandes marcas atinjam as suas metas de sustentabilidade. Pode-se dizer que este ciclo, ao unir todas as pontas e gerar valor para todos os envolvidos, consiste na chamada economia circular. E este é o assunto da matéria especial da edição de maio, que trata de iniciativas de pesquisa e desenvolvimento de grandes empresas, mas também aponta caminhos para a transformação encontrar o seu lugar nesse novo contexto.

 

Segmentos representativos como a indústria automobilística, por exemplo, podem igualmente estar presentes nessa luta adotando o uso de material reciclado certificado, como é mostrado no artigo que começa na página 28. Independentemente de iniciativas de fomento, nada é mais efetivo para criar um mercado dinâmico do que abrir frentes de demanda. E isso está ao alcance dos grandes consumidores de produtos plásticos, que têm em suas mãos o poder de acelerar a transição de toda a cadeia para um modelo de economia circular.



Mais Notícias PI



Coletânea de materiais

Uma edição com guias dedicados a categorias de materiais que já se estabeleceram em mercados específicos.

24/06/2022


Meu bem, meu mal

Detestados quando se interpõem no nosso caminho na forma de rejeitos, os materiais plásticos têm apoiado a evolução das chamadas ciências da vida. Neste ambiente eles continuam sendo não só bem-vindos, mas essenciais.

13/05/2022


Enfim, ao vivo

Rever parceiros comerciais, discutir os atuais desafios e conferir in loco o desenvolvimento tecnológico voltado para a cadeia de plásticos. Experiências que haviam se tornado raras voltarão a ser possíveis na Interplast.

24/03/2022