A Flexível, empresa especializada em tecnologia de poliuretano (PU) com sede em Jaraguá do Sul (SC), tornou-se Grupo Flexível e inaugurou sua primeira filial na cidade de Extrema (MG), que, inicialmente, servirá como centro de armazenamento de produtos acabados, envase, distribuição e de assistência técnica.

 

De acordo com a companhia, mesmo diante das adversidades sofridas pela indústria em 2020, a empresa conseguiu manter um crescimento sustentável e prevê, para 2021, continuar crescendo. Seguindo esse planejamento, ela pretende abrir novas unidades de negócios e, agora, se reestrutura como grupo para atuar em novas frentes em diferentes mercados, com intuito de oferecer soluções para diversos segmentos da indústria, não só em poliuretano, mas também em química geral.

 

A estratégia de expansão começou com a recente inauguração da filial na cidade de Extrema (MG) – com 650 metros quadrados de área e capacidade de armazenamento de mais de 200 mil litros – a qual inicialmente atuará no armazenamento de produtos acabados, envase e distribuição. Seu principal objetivo será proporcionar maiores índices de eficiência na logística e aumentar sua abrangência nacional. Sua localização (mais centralizada no País, se comparada à sede) proporcionará mais agilidade no atendimento presencial e na assistência técnica em território nacional.

 

Quanto às suas novas unidades de negócios, o grupo informou que elas serão implantadas gradativamente, ainda durante 2021, e anunciadas ao mercado. Entretanto, a empresa antecipou que, além de sua atuação direta no mercado B2B, atuará também em operações B2C.

 

Além disso, se tratando de infraestrutura, o grupo também investirá na fábrica da empresa em Jaraguá do Sul (SC) para implementar todas as inovações em produtos e serviços oferecidos. Com isso, sua planta será ampliada de 6 mil para 11 mil metros quadrados, aumentando também sua capacidade de produção e armazenamento.

 

(Foto: Grupo Flexível)

#poliuretano #novafilial #grupoflexivel



Mais Notícias PI



Novos polímeros com grafeno, mais resistentes e sustentáveis

Parceria entre a Gerdau Graphene e a unidade Embrapii Senai Mario Amato terá foco na pesquisa, desenvolvimento e inovação para aplicações industriais do grafeno em plásticos.

18/01/2022


Poluição marinha por plásticos em debate

A AMI promove gratuitamente o evento virtual “Ocean Plastic”, que falará sobre como encontrar maneiras de resolver o problema da poluição marinha por plásticos.

17/01/2022


Sachês pós-consumo transformados em itens esportivos

Projeto que integra a Boomera e a marca Nescau resultou na reciclagem de resina pós-consumo, proveniente de embalagens flexíveis, em itens esportivos, os quais foram doados a organização beneficente.

14/01/2022