A alta demanda pelos materiais plásticos aqueceu também o mercado de plastificantes para PVC. Consequentemente, a norte-americana Eastman decidiu passar a produzir em sua unidade de Mauá (SP) os plastificantes livres de ftalatos da linha Eastman 168.

Esta será a primeira planta no País a produzir esta linha de plastificantes, uma alternativa atóxica para melhorar as propriedades de processamento do PVC visando aplicações em mercados como o calçadista, de brinquedos para crianças, de filmes e de plastissóis.

“Esta é a primeira planta fora dos Estados Unidos a produzir o Eastman 168, o que fornece um sinal claro do nosso compromisso com a região”, disse Luis Fernando Zagolin, gerente de produto para plastificantes de uso geral da Eastman. “Estamos determinados a assegurar nossa continuidade como uma importante fornecedora de soluções na América do Sul, disponibilizando um portfólio diverso de plastificantes para o mercado local”.

O Eastman 168 é um plastificante livre de ftalatos que tem seu uso consolidado há mais de 45 anos, com desempenho comprovado em PVCs flexíveis e uma variedade de outras aplicações. Trazer a tecnologia da sua produção para o mercado brasileiro é uma resposta às necessidades de fabricantes de diversos artigos e, consequentemente, de seus consumidores.

 

#aditivossemftalato

#Eastman

 

Foto: Eastman



Mais Notícias PI



Bioplástico para aplicação sob alta temperatura em motores

Instituto pesquisa como aplicar bioplástico como substituto aos materiais de origem fóssil em peças para compartimento do motor que são submetidas a altas temperaturas.

21/09/2021


Escadas em EPS, uma construção rápida e limpa

Sistema modular de construção de escadas oferece suporte estrutural e garantia de obras mais limpas, com componentes mais leves.

16/09/2021


Empresa lança grades para automóveis com até 29% de material reciclado

Grades de PP e PC/PET, todos com conteúdo reciclado, são voltados especificamente a aplicações na indústria automobilística.

08/09/2021