Empresas baseadas em e-commerce continuam buscando soluções sustentáveis para suas embalagens, como a Amaro (São Paulo, SP), marca digital de moda feminina, que substituirá invólucros de plástico virgem pelos feitos com material reciclado.

 

A proposta da empresa é utilizar embalagens fabricadas a partir de plásticos descartados e coletados na costa brasileira. Essa iniciativa integra o movimento Rethink Plastic, parte da linha Amaro Cares, que tem como objetivo repensar o uso do plástico na cadeia da marca, inclusive em seus itens de vestuário.

 

Além disso, a marca possui outras embalagens como a sleeve packaging, utilizada em 50% dos pedidos, e as caixas de papelão com o selo eureciclo, que certifica a logística reversa desses materiais.

 

#sustentabilidade #embalagem



Mais Notícias PI



Coalizão para a reciclagem de PP

Instituições e empresas dos Estados Unidos lançam movimento que visa aumentar os índices de reciclagem do polipropileno, material que ainda é pouco reaproveitado.

08/07/2020


inpEV disponibiliza relatório de sustentabilidade gratuitamente

Estudo traz informações atualizadas sobre iniciativas nos ramos de logística reversa e reciclagem de embalagens e tampas plásticas. Aborda também ações que visam à conscientização acerca da higienização e descarte corretos de produtos pós-uso.

01/07/2020


Growlers de PET: levando chope aos consumidores em isolamento

Novos hábitos poderão permanecer depois de passada a fase mais crítica da pandemia de Covid-19. O consumo de cerveja em garrafões (growlers) é um deles. E o material preferido para a fabricação desses frascos é o PET, que mais uma vez compete com o vidro levando algumas vantagens.

29/06/2020