A alemã Covestro, fornecedores de polímeros de alta tecnologia, anunciou na semana passada a aquisição do negócio de resinas e materiais funcionais da holandesa DSM.

 

A transação envolve cifras da ordem de 1,6 bilhão de euros e resultará na estruturação de um fornecedor de peso, com um portfólio de produtos abrangente e inovador. Incluirá todos os negócios de resinas e materiais funcionais da DSM, incluindo a DSM Niaga, divisão de materiais sustentáveis, a DSM Additive Manufacturing, de materiais para manufatura aditiva, e as atividades de revestimentos da DSM Advanced Solar.

 

A incorporação diversifica o portfólio da empresa alemã e fortalece o seu posicionamento em mercados atraentes de alto crescimento. Entre outros, a Covestro se tornará um dos fornecedores líderes no campo de revestimentos de fibra óptica - um segmento de mercado com enorme potencial futuro, incluindo a futura tecnologia 5G - e no atraente segmento de materiais para impressão 3D, que apresenta uma taxa média de crescimento anual de mais de 20%.ferramental de injeção impresso em 3D

 

Todos os negócios estão comprometidos com objetivos ESG (environmental, social and corporate governance, ou governança ambiental, social e corporativa) e possuem um status em termos de pesquisa e desenvolvimento que capacitará a Covestro a promover a transição para uma economia circular mais rápida junto a seus clientes e parceiros.

 

A divisão de manufatura aditiva da DSM foi estruturada para atender às necessidades da indústria, com um histórico de 25 anos de desenvolvimento de materiais, incluindo os que são indicados para a fabricação rápida de ferramental para injeção (foto). Um manual criado pela empresa sobre como usar a técnica com esta finalidade está disponível aqui.


Foto: DSM
 

Conteúdo relacionado:

PP para manufatura aditiva tem aprovação para contato com alimentos

PLA em escala mundial



#Covestro   #DSMAdditiveManufacturing #manufaturaaditiva   #impressão3D



Mais Notícias PI



Mobilidade elétrica: novos grades de PPA voltados à inovação sustentável

Empresa desenvolveu novas soluções de poliftalamida (PPA) projetadas para aplicações em componentes de transportes elétricos e em eletrônica de potência.

30/11/2021


Projeto usará embalagens de EPS na produção de peças para eletrodomésticos

Parceria que visa à fabricação de peças para refrigeradores usando embalagens de EPS pretende reaproveitar 200 toneladas de material pós-consumo até o próximo ano.

30/11/2021


ESG na prática no setor de plásticos

Optar pela desafiadora reciclagem de filmes flexíveis levou a Plastiweber a conceber novos produtos e aplicações para os laminados obtidos a partir de material pós-consumo.

30/11/2021