Hellen Souza, da redação

 

Foi anunciada uma nova versão do protocolo de comunicação OPC UA voltado para máquinas-ferramenta que contempla a possibilidade de integração com sistemas de inventário industrial pré-existentes.

 

Desenvolvido pelo Grupo de Trabalho Conjunto da Fundação OPC e apoiado pela Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas-ferramenta (VDW), o novo capítulo possibilita a integração dos sistemas de inventário a partir da coleta de dados operacionais de máquinas como tornos automáticos e centros de usinagem e é um atrativo para a adoção do protocolo por parte dos desenvolvedores de equipamentos, conforme comentou Wilfried Schäfer, diretor executivo da VDW: "A atualização da especificação para máquinas-ferramenta tornará o uso das especificações complementares mais atraente no futuro, promovendo a maior aceitação do protocolo entre os clientes do setor”.

 

As novas especificações do protocolo OPC UA para a engenharia de máquinas e instalações estão sendo desenvolvidas em ritmo acelerado sob a liderança da Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas e Equipamentos Industriais (VDMA), visando a adoção do padrão de interface aberta nos projetos de máquinas, dispositivos e software, notadamente os destinados ao setor de usinagem. Em torno de 50 dessas especificações já foram publicadas ou estão atualmente em desenvolvimento. Isso se aplica principalmente à coleta de dados do chão de fábrica, que já está bem estabelecida na indústria automotiva, por exemplo. Na maioria dos casos, no entanto, são aplicados padrões internos ou mesmo o padrão norte-americano MT Connect, bastante disseminado no segmento de máquinas CNC.

 

A primeira versão do OPC UA para máquinas-ferramenta se concentrou no monitoramento global do status da máquina, enquanto o foco da próxima etapa, a versão 1.01.1, está na coleta de dados operacionais importantes e indicadores-chave de desempenho (KPIs). 

 

A atualização já está disponível no site da umati (universal machine technology interface), comunidade internacional apoiada pela VDW e pela VDMA, destinada à disseminação e implementação de padrões OPC UA em engenharia de máquinas e instalações.


 

Foto: umati


 

Leia também:

 

Estudo prevê bom desempenho para o mercado de manufatura inteligente

 

Máquinas-ferramenta inteligentes serão tema de evento em 2023


 

#OPCUA



Mais Notícias MM



Serviço de análise do potencial de automação atende empresas do mundo todo

Ferramenta digital desenvolvida pelo Instituto Fraunhofer de Stuttgart avalia processos e indica qual o nível de automação ideal, de acordo com o perfil de cada empresa.

19/02/2024


Ar ionizado substitui fluido de corte na usinagem

A finlandesa Aurion desenvolveu um sistema de refrigeração para operações de usinagem que utiliza ar ionizado em substituição a fluidos de corte.

19/02/2024


Alltech passa a comercializar injetoras de alumínio da Yizumi

Grupo amplia presença no mercado com linha de injeção de alumínio no portfólio com até 5.000 toneladas de força de fechamento.

05/02/2024