Um estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Hong Kong (HKU) levou ao desenvolvimento de produtos fabricados em aço inoxidável que apresentam propriedades antivirais, com capacidade para inativar o coronavírus (SARS-Cov-2) e o H1N1, por exemplo.

 

Pesquisa encabeçada por pesquisadores asiáticos levou ao desenvolvimento de um aço antiviral que pode ser usinado

 

O aço inox chamado de “SS”, obtido a partir da mistura, compactação e sinterização de pós metálicos, contendo prata e cobre (processo exemplificado na imagem ao lado), pode ser submetido à usinagem e/ou ao fresamento.

 

De acordo com a instituição oriental, já está em andamento a fabricação de protótipos com este material, o que ocorreu a partir do estabelecimento de parcerias com fabricantes locais de itens de aço inoxidável.

 

Algumas das etapas do estudo consistiram em testes em corpos de prova feitos de aço inox SS, as quais tiveram como objetivo avaliar a capacidade das propriedades antivirais do material, como é mostrado na ilustração abaixo.

 

O aço inox antiviral foi testado conforme parâmetros do estudo conduzido em Hong Kong

 

 

Esse assunto foi tema de um artigo científico intitulado “Anti-pathogen stainless steel combating COVID-19” (ou “Aço inoxidável anti-patógeno que combate a Covid-19”, em tradução livre).

 

A universidade divulgou em comunicado à imprensa que a equipe do projeto é formada por especialistas do seu Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia (Department of Mechanical Engineering of the Faculty of Engineering of the University of Hong Kong – HKU) e do Centro de Imunidade e Infecção da Faculdade LKS de Medicina (Centre for Immunity and Infection of the LKS Faculty of Medicine of HKU). 

 

Um dos especialistas que está à frente do projeto é o professor Mingxin Huang. Segundo ele, a capacidade de impedir a proliferação de microrganismos apresentada pelo aço inox SS se tornou possível graças à realização de ajustes na composição do material. Ele comentou que “o ‘aço inox anti-Covid-19’ pode ser produzido em massa usando tecnologias já existentes. Ele pode substituir materiais comumente usados na fabricação de itens presentes em áreas públicas”.

 

Mais informações podem ser obtidas aqui


 

 

Imagens: HKU/Elsevier 


 

Leia também:

 

Pesquisa sobre peças metálicas feitas por deposição a arco elétrico inclui usinagem de acabamento

 Empresas do Japão planejam investir no mercado brasileiro

 #HKU #AçoInox #Covid19 #MáquinaseMetais



Mais Notícias MM



Nova classe de metal duro é indicada para a usinagem de superligas

Empresa desenvolve novo grade de metal duro especial para a usinagem de superligas metálicas como Inconel.

31/03/2022


Instituto de materiais avançados entra em operação

Uso de grafeno para melhorar propriedades de materiais metálicos será pesquisado em centro de estudos inaugurado por entidades brasileiras.

02/03/2022


Aço usinável de alta resistência reduz tempo de trabalho

Tempo de usinagem 41% menor foi constatado na fabricação de peças usando aço com alta resistência fornecido por empresa europeia.

21/02/2022