A Associação de Fabricantes de Máquinas e Equipamentos da Alemanha (VDW) tem boas expectativas para o desenvolvimento do setor no país europeu neste ano. A entidade estima obter uma expansão em seus negócios na ordem de 6% até dezembro, com receita aproximada de 12 bilhões de euros. 

Este cálculo é baseado no desejo dos players em investir para aproveitar um possível crescimento na economia mundial, atribuído por especialistas a fatores como a presidência de Joe Biden nos Estados Unidos e a expansão da economia chinesa. A Europa segue esta tendência, planejando elevar os investimentos em 10% nos próximos meses. Para a VDW, tal cenário só se tornará realidade caso a pandemia do coronavírus seja debelada, com o consequente relaxamento do lockdown na Alemanha e em outros locais. 

Apesar do otimismo, a associação alerta que na melhor das hipóteses o setor dificilmente retomará os números anteriores ao Covid-19, uma vez que as receitas foram 30% menores no ano passado em função da crise: a produção caiu 31%, enquanto as exportações foram reduzidas em 29% e as vendas locais, em 33%. Ainda assim, a Alemanha responde por 16% da produção mundial de máquinas-ferramenta e é o campeão em exportações, com uma taxa de 20%, superando países como o Japão e a China.

 



Mais Notícias MM



Oportunidade: Setor ferroviário brasileiro vive boom de projetos

Programa do governo federal, que pretende facilitar a concessão de linhas férias, já recebeu pedidos para a autorização de iniciativas com mais de R$ 60 bilhões de investimentos

14/09/2021


Manufatura aditiva: nova aquisição movimenta o mercado internacional

Empresa americana Desktop Metal é a nova proprietária da italiana Aidro, empresa inovadora no ramo de impressão 3D

14/09/2021


Mercado internacional: Alemanha obtém alta na venda de máquinas-ferramentas

Terceiro trimestre obteve encomendas 103% maiores em relação às registradas no ano passado, confirmando tendência positiva observada nos três meses anteriores

31/08/2021