Mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, a receita líquida do setor de máquinas e equipamentos cresceu 5,1% em 2020 em relação ao ano anterior, atingindo a marca de R$ 144,5 bilhões, segundo dados coletados pela Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos). Em dezembro, o volume foi de R$ 13,4 bilhões, 36,7% superior ao mesmo período em 2019. 

De acordo com a associação, parte destes bons resultados se deve à forte expansão nas vendas para o mercado brasileiro, especialmente no segundo semestre. Para se ter ideia, em dezembro os negócios internos arrecadaram 50,9% a mais do que em dezembro de 2019. No acumulado do ano passado, a alta foi de 11%, com destaque para os segmentos de máquinas para madeira, alimentos, refrigeração e outros bens de consumo.

Em relação às negociações com outros países, o último mês de 2020 apresentou a primeira alta desde o início da pandemia, ainda que tímida. As exportações em dólar aumentaram 0,9% na comparação interanual, dando fim a uma longa sequência de quedas consecutivas, que culminaram em um recuo de 23,7% de janeiro a dezembro. Para a Abimaq, a reversão de quadro apresentada no fim do ano tem tudo para representar uma mudança positiva neste cenário, solidificando a expectativa de alta para os meses a seguir

A entidade também acredita que as importações de máquinas e equipamentos também devem subir ao longo deste ano. Embora o volume registrado em 2002 tenha sido negativo em 5,7%, impulsionado principalmente pelas sucessivas quedas entre março e outubro, dezembro foi bem melhor: no comparativo com o mesmo período de 2019, o crescimento registrado foi de 11,9%. Por isso, a expectativa do setor é de que a tendência de alta permaneça no futuro próximo, com muitas oportunidades sobretudo no segmento  infraestrutura em virtude da expansão de projetos de parcerias público-privada.



Mais Notícias MM



Mercado: setor de autopeças deve obter excelentes números em 2021

Levantamento da Sindipeças aponta que alta dos negócios no setor será de 25,5% em relação ao ano passado, com resultados ainda mais positivos em 2022

28/09/2021


Eventos: edição 2022 da AMS será realizada em março

Uma das principais feiras de manufatura aditiva do mundo, evento será realizado na cidade de em Nova York (EUA) em formato híbrido, com mais de 18 horas de eventos ao vivo

28/09/2021


Oportunidade: Setor ferroviário brasileiro vive boom de projetos

Programa do governo federal, que pretende facilitar a concessão de linhas férias, já recebeu pedidos para a autorização de iniciativas com mais de R$ 60 bilhões de investimentos

14/09/2021