Adalberto Rezende, da redação.


 

O Colégio Técnico de Campinas (Cotuca) oferece cursos técnicos gratuitos que são recomendados para profissionais da indústria de manufatura, o que abrange treinamentos indicados para o setor metalmecânico como, por exemplo, o curso “Técnico em indústria 4.0”, além de treinamentos em segurança do trabalho, mecatrônica e desenvolvimento de sistemas.

 

Wolney Netto Júnior e Vanessa Petrilli Bavaresco, que integram o corpo docente da instituição, a qual faz parte do conglomerado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), concederam entrevista à Corte e Conformação de Metais. Eles comentaram a respeito do conteúdo do curso sobre Indústria 4.0.

Conforme explicado pelos professores, o curso Técnico em indústria 4.0 – com modalidade B: Concomitância externa – é realizado no período noturno, e tem duração de dois anos. Outro fator comentado por eles é que o curso abrange a realização de estágio com duração de 300 horas, que é opcional. Wolney fez um breve panorama no que diz respeito aos objetivos desse e de outros cursos oferecidos pelo colégio, enfatizando o conhecimento acerca de tecnologias facilitadoras para a indústria: “Nossa ideia é formar profissionais que tenham conhecimentos sobre, por exemplo, o uso de software e hardware na automação de processos, assim como em robótica, simulação e integração de sistemas, internet industrial das coisas e segurança cibernética, entre outros”.

 

A professora Vanessa disse que o Colégio Técnico de Campinas realiza um processo seletivo e comentou sobre alguns requisitos referentes ao ingresso na instituição: “Os candidatos têm de ter concluído pelo menos o primeiro ano do ensino médio, ou estar matriculado em outra escola, a partir da segunda série, no ano de ingresso no Cotuca”.
 

 

Grade curricular do curso

 

A carga horária do curso Técnico em indústria 4.0 é de 1.312 horas. Os alunos terão acesso a conteúdo centrado em tecnologias digitais que podem ser utilizadas em parques fabris, além de manufatura aditiva (impressão 3D), computação em nuvem, realidade aumentada e Big data. Conceitos de sistemas de automação e gestão automatizada, remota, móvel e inteligente da produção também fazem parte do conteúdo preparado para os alunos.

 

Os professores entrevistados disseram que o curso é recomendado para profissionais e iniciantes que atuam na indústria e, inclusive, que trabalham no setor metalmecânico em áreas ligadas à fabricação de produtos a partir de corte, conformação, estampagem e soldagem de chapas metálicas. Também é indicado para estudantes que têm interesse em trabalhar em áreas ligadas a este setor. 

 

 

Próximo processo seletivo

 

Os interessados em ingressar no Colégio Técnico de Campinas podem buscar mais informações nesta página. A agenda de feiras e eventos do setor metalmecânico você confere em nosso site. Em Artigos acadêmicos estão disponíveis trabalhos que abordam temas relacionados à cadeia produtiva de corte e conformação de metais.

___________________________________________________________________________

Assine a CCM Online, a newsletter quinzenal da Corte e Conformação de Metais, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria metalmecânica. Inscreva-se aqui.

___________________________________________________________________________

Imagem: Jcomp, Freepik.

 

Leia também:

 

Mais recursos digitais para auxiliar processos industriais 

 

Estampagem profunda. Sistema monitora a qualidade de peças em segundos

 

#Cotuca #Unicamp #CorteConformaçãoMetais #CursoTécnico



Mais Notícias CCM



Nova unidade da Igus vai promover a automação de baixo custo

Um centro de automação foi inaugurado pela empresa alemã em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

11/07/2024


Plataforma digital da Trumpf abrange todas as etapas da fabricação a partir de chapas

Sistema de monitoramento da Trumpf contempla desde o desempenho de máquinas até a gestão de materiais no chão de fábrica.

20/06/2024


Programa para inovação da indústria seguirá com inscrições

SENAI vai receber propostas de projetos para inovação na indústria a partir de um programa de financiamento, do qual podem participar empresas de pequeno, médio e grande porte.

14/06/2024