A VLI (São Paulo, SP), empresa do setor de logística, anunciou o fechamento de um contrato com a Wabtec (Juiz de Fora, MG), para a aquisição de nove locomotivas do modelo ES43BBI (foto) para operação no transporte de cargas pela Ferrovia Centro-Atlântica (FCA). O acordo foi fechado no final do mês passado e movimentará cerca de R$ 200 milhões, com previsão de entrega das locomotivas no prazo de 18 meses.

 

Dados da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (ABIFER) apontam a produção de 54 locomotivas no País no ano de 2022. A previsão para este ano é de queda, ficando em torno de 31 unidades. A se confirmar essa expectativa, apenas o contrato entre VLI e Wabtec representará 29% da produção de locomotivas em 2023.

 

A Wabtec, de origem norte-americana, já havia celebrado no ano passado o seu maior contrato na América do Sul: o fornecimento de 2.300 portas para o salão de passageiros de trens a serem construídos pela Alstom para o Sistema Metropolitano de São Paulo, administrado pela ViaMobilidade.

 

A aquisição das locomotivas pela VLI atende ao incremento da demanda por transporte de cargas no corredor Centro-Leste, por onde insumos e produtos da indústria siderúrgica, do agronegócio, carvão, fertilizantes, combustível e celulose são escoados em direção ao sistema portuário do Espírito Santo. Entre eles estão os fluxos iniciados recentemente pela companhia, como o transporte de celulose solúvel para a LD Celulose, em um contrato que prevê a movimentação de 500 mil toneladas anuais do material, produzido no Triângulo Mineiro, até o porto de Barra do Riacho (ES). Apenas para o contrato da LD Celulose, a companhia investiu R$ 400 milhões na compra de vagões e locomotivas.


 

Locomotiva desenvolvida no Brasil

 

A ES43BBi é uma locomotiva de alta capacidade de carga (heavy-haul), projetada especialmente para ferrovias de bitola métrica, obtendo máximo desempenho mesmo em rampas íngremes, túneis apertados ou vias com curvas acentuadas. Otimizada para trabalhar nas condições climáticas brasileiras, conta com o sistema air-to-air, que aumenta a eficiência da refrigeração do motor Diesel, e com dois sopradores que garantem o fluxo de ar aos oito motores de tração em todas as condições de operação.

 

De acordo com Danilo Miyasato, presidente da Wabtec LatAm, “a locomotiva Wabtec ES43BBi é um equipamento desenvolvido no Brasil, por engenheiros brasileiros, focada no aumento da produtividade, eficiência, redução do consumo de combustíveis e emissões das ferrovias que operam em bitola métrica. Cientes dos desafios impostos por esse tipo de bitola à logística nacional, a Wabtec buscou aliar as necessidades da VLI ao que há de mais inovador em locomotivas de corrente alternada”. Ainda segundo ele, existem mais de 50 locomotivas desse modelo em operação no País com altos índices de confiabilidade e disponibilidade.


 

Foto: Wabtec


 


 


 

Leia também:

 

Fabricante de tubos de aço aumentou sua produção em mais de 100%

 

Fornecedores de perfis metálicospretendem ampliar rede de distribuição


 


 

#Wabtec

#VLI

 



Mais Notícias CCM



Lecar não vai mais produzir automóveis elétricos. Agora, só híbridos.

Empresa brasileira vai redirecionar esforços antes dedicados à fabricação de carros elétricos para o desenvolvimento de veículos híbridos flex, com sistema de tração elétrico.

01/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024


WEG anuncia investimento de R$ 69,5 milhões em inovação

Com financiamento do BNDES no valor de R$ 58 bilhões, a WEG vai investir na atualização do parque fabril, em cinco frentes de desenvolvimento tecnológico.

01/07/2024