A italiana Xenia Materials, que desenvolve polímeros reforçados com fibra de carbono, anunciou o lançamento de uma linha de compostos à base de poli(fluoreto de vinilideno) (PVDF) em grânulos para a fabricação de filamentos para manuftura aditiva (impressão 3D). A nova família de materiais combina as propriedades da fibra de carbono com a elevada resistência química, mecânica e térmica do fluoropolímero, abrindo novas oportunidades para a produção de peças impressas.

 

A empresa já dispõe do PVDF puro para impressão 3D, além de uma linha de compostos reforçados com fibra de carbono, de alta resistência. Suas características ajudam a evitar empenamentos das peças durante a fase de impressão e manter um bom acabamento superficial, proporcionando ainda estabilidade dimensional e baixo coeficiente de expansão térmica.

 

A fibra de carbono adicionada ao PVDF aumenta a resistência mecânica das peças impressas, além de melhorar características dielétricas, fazendo com que atendam aos padrões ATEX para uso em atmosferas explosivas.

 

De acordo com o gerente de P&D da empresa, Cristian Zanchetta, “a experiência da Xenia em polímero reforçado com fibra de carbono, aplicada à base de polímero PVDF, permite aproveitar o conhecimento de pesquisa e desenvolvimento para ultrapassar limites na criação de materiais de impressão 3D inovadores”.

 

________________________________________________________________________________________

Assine a PI News, a newsletter semanal da Plástico Industrial, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria de plásticos. Inscreva-se aqui.

________________________________________________________________________________________

Imagem: Xenia


 

Leia também:


3D CRIAR inicia a fabricação de filamentos de alto desempenho

 

Injetora automática de bancada, uma solução econômica para produção em série


 

#Impressão3D

#PVDF

#Xenia


 



Mais Notícias PI



3D CRIAR inicia a fabricação de filamentos de alto desempenho

Atender às necessidades do setor de assistência à produção fez com que a empresa optasse por fabricar localmente os filamentos de alto desempenho que utiliza em suas atividades.

13/12/2023


Instituto Mauá inaugura espaço para projetos multidisciplinares

Fab Lab Móvel é o nome da unidade recém-inaugurada, que faz parte de uma rede global de desenvolvimento de projetos que incluem a cultura maker.

06/10/2023


Manufatura aditiva de polímeros será tema de curso

ABPol promove o curso “Princípios de manufatura aditiva de polímeros”, que será ministrado por professores da UFSCar e do IFSP.

19/09/2023