A Chem-Trend, com sede nos Estados Unidos e subsidiária em Valinhos (SP), divulgou informações sobre uma nova linha de agentes desmoldantes à base de água que é recomendada para fabricantes de peças e itens de poliuretano (PU).

Linha de desmoldantes para trabalhos com poliuretano passou a integrar o portfólio da Chem-Trend

Em comunicado à imprensa, foi informado que a série de produtos é indicada para diferentes tipos de aplicação no ramo de PU, sendo uma delas a desmoldagem de espumas com diferentes dimensões e densidades que integram sistemas de isolamento térmico e acústico.

Ainda de acordo com a companhia, há outros dois fatores relacionados a esta linha de desmoldantes: pode ser usada em operações que requeiram múltipla desmoldagem de peças e não deixa resíduos oleosos sobre a superfície delas.

 

Patrícia Ajeje, VP e gerente-geral da Chem-Trend para o Hemisfério Sul, comentou sobre os esforços da companhia no que diz respeito ao desenvolvimento de desmoldantes à base de água para o ramo de poliuretano: “investimos no conhecimento dos nossos técnicos especialistas sobre os desafios da produção nesta indústria. Nossos laboratórios dedicam-se à aplicação desses conhecimentos no desenvolvimento de soluções personalizadas que contribuam para a eficiência operacional de nossos clientes”.

 

 

Imagem: Pixabay

 

 

Mais notícias sobre o ramo:

 

Biopolímero e aditivo chegam ao mercado brasileiro

 

Plástico no motor? Engrenagem de PEEK é utilizada em sistema de transmissão

 

#Poliuretano #Desmoldantes #ChemTrend #PI 

 


 



Mais Notícias PI



Entidades do setor de plásticos anunciam parceria

Acordo entre a Adirplast, Abiplast e Abief visa organizar frentes de trabalho tendo em vista os desafios da indústria de transformação de plásticos.

27/02/2024


Caroços de azeitona dão origem a aditivos e cargas para plásticos

Entenda a proposta da BioPowder, do arquipélago de Malta, que desenvolve e comercializa pós de alto desempenho obtidos a partir de caroços de azeitona. Adicionados à formulação de masterbatches, eles podem conferir resistência mecânica, propriedades hidrofóbicas, redução de peso e diferentes apelos estéticos aos produtos plásticos.

27/02/2024


Do frasco ao solado. Garrafas PET transformadas em laminados para calçados.

Um volume de 17,3 milhões de garrafas PET recicladas foi convertido em matéria-prima para a fabricação de laminados para calçados, desenvolvidos no Brasil.

27/02/2024