O Senai anunciou a abertura de inscrições para o Programa de Mentoria Digital, um projeto que tem como premissa a prestação de serviços de consultoria e monitoramento por meio de plataformas digitais e em modo presencial para empresas que desejam implantar sistemas de coleta de dados provenientes de suas linhas de produção, ou para supervisão de processos de forma remota, por exemplo.

 

Senai abre inscrições para programa de digitalização de fábricas

A instituição será responsável pela mentoria voltada para trabalhos de digitalização de processos. Em comunicado à imprensa, ela informou como funcionará o programa: será feita a conexão de um determinado equipamento pertencente à empresa participante a uma plataforma MES (Manufacturing Execution System), o que permitirá o processamento de dados coletados a partir daí.

 

Dessa forma, cada uma das empresas poderá ter acesso em tempo real às informações coletadas a partir de seus respectivos parques fabris. Além disso, o programa visa à atualização de sistemas industriais, uso de softwares para processamento de dados e ao desenvolvimento de frentes de trabalho para capacitação profissional.

 

 

 

Projeto selecionará empresas que queiram se modernizar

“Com a digitalização, é possível ter na palma da mão processos que estão sendo executados no chão de fábrica e com isso avaliar o funcionamento das etapas. Os dados são enviados para uma nuvem e é possível acessá-los por celular ou computador, e com isso descobrir se uma linha de produção está parada, por exemplo”, comentou Rafael Lucchesi, diretor-geral do Senai.

 

De acordo com a instituição, a mentoria terá duração de 70 horas, com previsão de execução no período de cinco meses. Também foi informado que o atendimento será dividido em sessões grupais e individuais.


 

 

Projetos em curso

 

Além do Senai, a execução do programa de mentoria será realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Este projeto faz parte do Programa Brasil Mais, que é coordenado pelo Ministério da Economia e tem gestão operacional da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

 

Projetos de modernização e seus dados

De acordo com dados divulgados pelas entidades, alguns projetos voltados para a digitalização e conectividade de parques fabris integrados ao programa nos últimos anos apresentaram resultados positivos. Como é mostrado no infográfico ao lado, foi observado um aumento da produtividade de empresas que iniciaram trabalhos de modernização de sistemas voltados para a manufatura enxuta, o mesmo ocorrendo com companhias que o fizeram na manufatura avançada.

Mais informações podem ser obtidas aqui.

 

 

Imagens: Senai

 

Conteúdo relacionado:

 

Novo centro de inovação para o desenvolvimento de plásticos

 

Método de machine learning é capaz de revelar novos materiais úteis para a indústria

 

#Senai #ManufacturingExecutionSystem #Indústria40 #Plásticos


 



Mais Notícias PI



Novo modelo de negócios simplifica a adoção dos bioplásticos

Empresa chilena desenvolvedora de bioplásticos desembarca no Brasil propondo a parceria com transformadores para a fabricação de embalagens biodegradáveis.

19/10/2021


Plástico de engenharia substitui metal na estrutura de teto panorâmico

Material desenvolvido pela Basf proporciona alta estabilidade dimensional para peças grandes , sendo uma alternativa para componentes estruturais de tetos panorâmicos de veículos, reduzindo em até 60% do peso do conjunto.

19/10/2021


Nova fábrica de autopeças em SP

Plascar anunciou a construção de uma unidade fabril no interior do Estado de São Paulo.

19/10/2021