Para países como China, Estados Unidos e os pertencentes à Comunidade Europeia, os veículos elétricos são a aposta para a renovação da frota de automóveis nos próximos anos, tendo em vista a mobilidade sustentável, com menores índices de emissão de poluentes. Esses veículos necessitam e empregam novos componentes plásticos, em substituição a um grande número de componentes metálicos que serão descontinuados, principalmente visando a um melhor balanço entre peso e resistência mecânica.

 

A belga Solvay (com subsidiária em São Paulo, SP) anunciou o lançamento de um novo grade de poli(éter-éter-cetona) (PEEK) com 30% de fibra de carbono, projetado especificamente para sistemas antibloqueio de frenagem (ou ABS, do inglês antilock braking system) e para componentes do controle eletrônico de estabilidade (ou ESC, também do inglês electronic stability control) em veículos elétricos.

 

Segundo a companhia o KetaSpire PEEK, grade KT-850 SCF 30, foi desenvolvido para fornecer melhor desempenho de vedação em relação aos graus padrão de PEEK com 30% de fibra de carbono, os quais têm sido tradicionalmente usados para componentes dos sistemas ABS e ESC em aplicações como tuchos, gatilhos e êmbolos. O novo grau permite a substituição do alumínio, melhorando as características de fluxo do material e o acabamento superficial das peças.

 

A substituição dos componentes metálicos por êmbolos poliméricos requer, sobretudo, que o material forneça equilíbrio de propriedades de alto desempenho, tais como coeficiente de atrito adequado, boa resistência mecânica, controle e tolerância dimensional e capacidade de vedação. Essa substituição, em específico, permitiria reduções gerais de custos e melhoraria a produtividade – uma vez que o KT-850 SCF 30 possuiria o índice de fluidez necessário para preencher as peças, as quais têm aproximadamente 15 mm de comprimento, ao mesmo tempo em que atende às tolerâncias restritas exigidas dos êmbolos dos sistemas ABS/ESC – permitindo rendimentos de produção maiores e acabamento superficial aprimorado com melhores níveis de vedação e desempenho mecânico, se comparado aos materiais tradicionais.

 

Para Brian Baleno, chefe de marketing de materiais no segmento de transporte da Solvay, “O portfólio especializado também inclui: PPA para pistões dos sistemas ABS/ESC, tampas de motor, solenoides, sensores e caixas de freio e PPS para pistões de freio e carcaças de válvula”. Como parte do compromisso One Planet, da própria Solvay, a empresa informou que utiliza eletricidade 100% renovável na produção de seus polímeros de base PEEK, PPA e PPS nos Estados Unidos.

 

Estímulo à mobilidade elétrica

Além disso, a procura por peças plásticas para veículos elétricos tende a crescer nos próximos anos, haja vista que, de acordo com a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), diversos governos mundiais preveem descontos, ou até isenção, sobre componentes fabricados para essa classe de veículos a fim de fomentar sua fabricação. 

 

No Brasil está em tramitação o  projeto de lei 3174/2020, o qual cria uma política de incentivo à utilização de veículos com propulsão elétrica (e híbridos) estimulada pela redução de  IPI e troca da frota do governo federal por carros elétricos. O texto original, prevê também a criação de linhas de crédito prioritárias para a produção de veículos elétricos no País. 

 

(Foto: Solvay)

#peek #veiculoeletrico #aplicacoes #substituicaodemetais


 

Conteúdo relacionado:

Fibra de carbono reciclada em filamento de PP

Consórcio desenvolverá carcaça de bateria multimateriais para veículos elétricos



Mais Notícias PI



Linha de filme reciclado é premiada internacionalmente

Empresa gaúcha foi premiada por organização internacional pela sua linha de plástico filme 100% reciclado, voltada a aplicações de alto desempenho.

17/05/2022


UPgrade: evento sobre plásticos e o meio ambiente

Senai vai sediar evento presencial com interação do público, no formato talkshow, sobre a sustentabilidade do plástico, em comemoração ao dia mundial do meio ambiente.

17/05/2022


Avanços na reciclagem química dos plásticos

Braskem investe em novas unidades recicladoras e cria campanha para esclarecer sobre a reciclagem química.

17/05/2022