As máquinas hoje são muito mais do que peças móveis de aço”. Assim um porta-voz da Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas (VDMA) definiu como a transformação digital está impactando a fabricação de equipamentos, em especial as injetoras. Aos poucos elas estão sendo dotadas de um conjunto de recursos tecnológicos que as insere no conceito de “indústria 4.0”.

 

Com base no desenvolvimento da tecnologia de sensores, os equipamentos se tornaram fontes de informações que alimentam com dados assertivos os sistemas de controle, muitos deles baseados em nuvem e conectando também diversos equipamentos periféricos. Com o apoio de software e potentes algoritmos, eles são capazes de correlacionar informações e orientar a tomada de decisões no ambiente de produção de forma mais rápida e precisa do que um ser humano faria.

 

Isso está transformando o mundo do trabalho na indústria e tornando possível o ideal de todos os esforços de desenvolvimento da fabricação: uma produção mais limpa, mais enxuta, com menores custos e mais qualidade.

 

Para tirar este assunto da teoria e mostrar aos nossos leitores o que eles podem esperar dos seus fornecedores de máquinas injetoras quando o assunto é transformação digital, um especial que começa na página 18 da nossa edição de junho reuniu informações sobre os principais fabricantes que atuam hoje no mercado brasileiro, em um levantamento completo dos recursos das máquinas desenvolvidas por eles. Na sequência, um guia detalha os modelos disponíveis.

 

Ao trabalharmos para produzir esta edição, percebemos que dentro de bem pouco tempo a chamada quarta revolução industrial não será uma opção. Ela será a realidade de todas as empresas empenhadas em criar um ambiente de produção mais intuitivo e previsível, e com isso se capacitar para atender aos requisitos de diferentes certificações de qualidade, típicos de um mercado em constante evolução.

 

 

Hellen Corina de Oliveira e Souza

hellen.souza@arandaeditora.com.br



Mais Notícias PI



Coletânea de materiais

Uma edição com guias dedicados a categorias de materiais que já se estabeleceram em mercados específicos.

24/06/2022


Meu bem, meu mal

Detestados quando se interpõem no nosso caminho na forma de rejeitos, os materiais plásticos têm apoiado a evolução das chamadas ciências da vida. Neste ambiente eles continuam sendo não só bem-vindos, mas essenciais.

13/05/2022


Enfim, ao vivo

Rever parceiros comerciais, discutir os atuais desafios e conferir in loco o desenvolvimento tecnológico voltado para a cadeia de plásticos. Experiências que haviam se tornado raras voltarão a ser possíveis na Interplast.

24/03/2022