Por UiPath*

 

Uma pesquisa conduzida pela Report Ocean avalia que o mercado de Comando Numérico Computadorizado (Computer Numerical Control, CNC), deve superar a marca de US$ 22 milhões até o final do ano de 2026.

 

O CNC é uma solução automatizada, controlada por computadores por meio do uso de software incorporado em um microcomputador para operar ferramentas de trabalho voltadas para o processamento de metais e construção de moldes, por exemplo.

Equipamentos CNC inseridos em projetos de automatização de processos industriais

 

Entre os exemplos de máquinas-ferramenta que podem operar por meio de CNC estão tornos e centros de usinagem, máquinas de fresar e de perfuração. As vantagens que o CNC oferece são inúmeras. Entre elas, mais precisão e aumento da produtividade.

 

Na visão da UiPath, empresa do ramo de Robotic Process Automation (RPA), a estratégia de automação dessa área deve ser planejada de forma minuciosa para alcançar resultados satisfatórios e não prejudicar a iniciativa da empresa. Pensando nisso, a UiPath listou cinco perguntas que devem ser respondidas pelas empresas antes de iniciar um projeto de automatização de máquinas CNC.

 

1 – Qual é o intuito para a automação?

A atualização de máquinas-ferramentas e de sistemas CNC que auxiliem na automação, cada vez mais sofisticados, representa um custo significativo. À medida que novas técnicas se tornam disponíveis e a tecnologia passa a ser amplamente utilizada, as empresas encaram o aumento da automação como uma resposta natural às mudanças do mercado.

 

“Por isso, a organização deve ficar atenta para que a automação não se torne uma resposta a fatores externos, em vez de um objetivo em si”, disse Edgar Garcia, diretor comercial da UiPath para a América Latina. Na visão do executivo, é preciso imaginar a automação completa (full automation) como o objetivo final e isso requer uma abordagem detalhada e abrangente com o intuito de prever com antecedência um processo totalmente automatizado. “É fundamental adotar uma abordagem proativa à automação, pois isso reduz a chance de as despesas extrapolarem o previsto e evita erros no processo de fabricação”, complementou.

 

 

2 – Qual é o papel das pessoas?

Na avaliação da UiPath, é preciso que as empresas também prevejam cuidadosamente quais serão as funções dos funcionários em um processo de automação proativa. “Os colaboradores devem receber treinamento sobre código geométrico (“código g”) e programação CNC, garantindo assim a obtenção de programadores treinados para lidar com toda a linha de produção”, comentou Garcia.

 

O executivo destaca que esta não é a única função das pessoas em um centro de manufatura totalmente automatizado: “É necessário contar com colaboradores que garantam o controle da qualidade e designers. Definir essas funções de maneira clara e com antecedência pode preparar a empresa para um crescimento natural”.

 

 

3 – Seus processos estão prontos para serem automatizados?

“Se os processos estiverem bem fundamentados, a automação os tornará melhores”, disse Garcia. Os processos realizados por CNC incluem design de produto, teste, programação de “código g”, garantia da qualidade, vendas, entre outros. “Para garantir que as operações estejam prontas para serem automatizadas, atualize e prepare os equipamentos, treine funcionários e até mesmo faça melhorias físicas nas instalações”, sugeriu o executivo.

 

 

4 – O ambiente está sob controle?

A automação completa requer que as máquinas-ferramenta CNC executem não apenas uma operação demorada, mas uma série inteira de operações em uma ou mais etapas, o que demanda controlar também o acúmulo térmico.

 

Operações que duram 40 ou 50 horas geram calor significativo, o suficiente para prejudicar a precisão da usinagem e alterar as dimensões do bloco de material que está sendo usinado. Com ferramentas manuais os operadores de máquina podem ajustar essas alterações durante a operação. Mas em um sistema totalmente fechado, torna-se crucial minimizar quaisquer alterações e, assim, eliminar a necessidade de compensação.

 

 

Garcia fez algumas considerações mais específicas sobre como automatizar as máquinas CNC:

 

 

 

5 – As ferramentas necessárias para alcançar a automação completa estão à disposição?

A execução do processo de usinagem CNC totalmente automatizado requer, necessariamente, uma combinação de software capaz de produzir programação CNC altamente complexa. Também requer que os operadores levem em consideração qual é o melhor momento e maneira de aumentar o nível atual de automação. “Tudo deve estar muito bem alinhado para uma automação bem-sucedida”, conclui Garcia.

 

 

*A UiPath fornece uma plataforma para automatização de processos, combinando seu portfólio de Robotic Process Automation (RPA) com outros conjuntos de recursos.

 

Imagem: Pixabay



Mais Notícias PI



EPS e sustentabilidade: o que precisamos saber?

Fatores importantes sobre a reciclagem do poliestireno expandido (EPS) e as possíveis aplicações desse material, também conhecido como “isopor”, na construção civil e em outros segmentos.

24/09/2021


Níveis de colaboração entre humanos e robôs na indústria

Saiba o grau de interação que se pode obter de um robô colaborativo e como adaptar o seu uso conforme as necessidades de cada aplicação.

27/09/2021


A gestão de resíduos contribuindo para proteção do clima

Estudo indica que sistemas de gerenciamento holístico podem economizar 2,76 bilhões de toneladas de CO2.

01/09/2021