Mais do que lamentar, há muito sobre o que refletir em relação a 2020, que nos tomou de assalto com suas urgências, nos forçando a ter mais atitude, a resistir e a tomar decisões importantes com mais rapidez.

Muitas empresas aceleraram a adoção de tecnologias digitais, movimentando um enorme mercado de profissionais dedicados a interligar ambientes fabris a sistemas computacionais, por exemplo. Isso impulsionou a procura por sensores industriais, que são o ponto de partida para a conectividade entre equipamentos e para o seu monitoramento remoto.

Um estudo da Allied Market Research, publicado em 2019, estimava que o mercado global de sensores movimentaria US $ 287,00 bilhões em 2025, crescendo a um ritmo de 9,5% ao ano entre 2018 e 2025 (veja a matéria completa na seção de Notícias, na página 8). O estudo certamente não levou em conta o surgimento da pandemia que deu ainda mais fôlego a esse mercado, acelerando também a chegada definitiva da Internet das Coisas (IoT) ao ambiente industrial.

A perspectiva do que já se chama de “economia baseada em sensores” nos levou a pesquisar fornecedores e publicar nesta edição o primeiro guia que compila a oferta desses dispositivos no mercado brasileiro, tendo em vista auxiliar os nossos leitores na sua jornada rumo à produção digital.

Também nesta edição publicamos um artigo sobre cores para os produtos plásticos em 2021, com depoimentos de estudiosos das tendências comportamentais. Este ano eles levaram em conta principalmente os novos hábitos resultantes da pandemia, tais como a permanência em casa e a necessidade de as pessoas buscarem mais leveza e esperança por meio da percepção visual, propondo assim que os fabricantes de produtos plásticos atentem para essas expectativas.

Conhecer essa realidade pode ajudar a pensar o novo ciclo que se iniciará daqui a um mês, Mesmo não sabendo ao certo o que nos aguarda, o acesso à informação nos faz mais capazes de enfrentar adversidades. Um excelente 2021 a todos. Que venha o novo!

 

Hellen Souza (hellen.souza@arandaeditora.com.br)

 



Mais Notícias PI



Coletânea de materiais

Uma edição com guias dedicados a categorias de materiais que já se estabeleceram em mercados específicos.

24/06/2022


Meu bem, meu mal

Detestados quando se interpõem no nosso caminho na forma de rejeitos, os materiais plásticos têm apoiado a evolução das chamadas ciências da vida. Neste ambiente eles continuam sendo não só bem-vindos, mas essenciais.

13/05/2022


Enfim, ao vivo

Rever parceiros comerciais, discutir os atuais desafios e conferir in loco o desenvolvimento tecnológico voltado para a cadeia de plásticos. Experiências que haviam se tornado raras voltarão a ser possíveis na Interplast.

24/03/2022