A suíça Sanitized e a IMCD Brasil (São Paulo, SP), firmaram um acordo que garantiu à IMCD os direitos de distribuição exclusiva dos aditivos antimicrobianos Sanitized no Brasil, com ênfase no segmento de polímeros.

Indicados para a preparação de masterbatches pelas empresas formuladoras de compostos, ou para uso direto pelos transformadores de plásticos, os aditivos são fornecidos em pó, para dispersão direta.

Os compostos resultantes podem ser aplicados na moldagem de peças para ambientes hospitalares e de produtos destinados ao uso médico ou mesmo genérico, cujas superfícies necessitem estar sempre limpas e com proteção antimicrobiana.

Esse tipo de demanda aumentou com o surgimento da Covid-19 e com a retomada das atividades, tendo em vista que é necessário redobrar a atenção especialmente com a higiene das mãos. Afinal, além da infecção direta por gotículas transportadas pelo ar, as mãos continuam sendo o principal vetor para a propagação de doenças.

A preocupação maior inicialmente era com os hospitais e lares de idosos, mas aos poucos as escolas, locais de trabalho e transporte público se tornam alvo de cuidados especiais, devendo atender às normas básicas de higiene, especialmente no que diz respeito a botões de portas, corrimãos, hastes de apoio, assentos e outros itens encontrados em ônibus, trens e vagões ou estações do metrô. Alças de carrinhos, cestas e geladeiras de supermercados, equipamentos de ginástica, bandejas de refeitório e controles remotos de hotel também fazem parte da infindável lista de itens que podem sair de fábrica já moldados com plásticos contendo proteção antimicrobiana. Isso dá a dimensão do enorme potencial de mercado para esse tipo de formulação.

 

Consultoria e posicionamento de marca

 

Além de prestar os serviços básicos relacionados aos produtos, a Sanitized oferece apoio nas áreas de desenvolvimento, produção e questões regulatórias e de marketing, por meio da utilização da marca de ingredientes Sanitized, para caracterização e identificação dos produtos finais.

A brasileira Mundial, fabricante de acessórios de cutelaria, por exemplo, incluiu os aditivos em suas linhas de alicates para cuidados com as unhas (foto acima) e algumas linhas de facas, como a mostrada abaixo, cujo cabo moldado em polipropileno recebeu a adição dos agentes antimicrobianos, de modo a prevenir a propagação de fungos e bactérias, além de reduzir odores e evitar a degradação do material. O tratamento aplicado aos plásticos tem um efeito duradouro e resistente às rotinas de lavagem e higienização.

 

 

 

 

 

 

 

#aditivoantimicrobiano #Sanitized #IMCD

#polymers #antimicrobials #hygienefunction




Mais Notícias PI



Reciclagem química de plásticos usados em autopeças

KIT e Audi pesquisam como transformar resíduos de plásticos de engenharia em óleo de pirólise, que poderá ser usado para fabricar novos componentes.

30/11/2020


Parceria para desenvolvimento de soluções em eletromobilidade

Focada em componentes de transmissão automotiva, parceria entre companhias de segmentos distintos visa o uso e aplicação de tecnologias de impressão 3D em veículos elétricos.

30/11/2020


As novas cores para o policarbonato em 2021

Empresas criam portfólio de tons e nuances considerados tendência para o próximo ano.

30/11/2020