Reforçando o viés de recuperação econômica mundial no pós-pandemia, o setor de máquina-ferramenta apresentou no segundo trimestre deste ano um volume de encomendas 103% maior do que os recebidos na mesma época do ano passado. A VDW (Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas-Ferramenta), órgão que reúne os representantes do segmento, calcula que os pedidos locais cresceram 81% entre abril, maio e junho, enquanto as ordens vindas do Exterior subiram 114%.

A alta observada no período corrobora a tendência de alta observada no primeiro trimestre, em que o nível de pedidos para os industriais do país aumentou 57% (38% no mercado doméstico e 68% vindos de outros países). Com estes resultados, a VDW aponta que o setor está se recuperando com mais força dos problemas causados pela pandemia do que se supunha anteriormente, mesmo com eventuais dificuldades para atender aos pedidos. 

O maior número de pedidos é de industriais estrangeiros, sobretudo da China, responsável por 2/3 do total realizado por asiáticos. De acordo com a VDW, o quadro poderia ser ainda mais positivo sem os aumentos de preços de eletrônicos, aço e chapas metálicas, que provocaram gargalos na produção do setor.

Em razão destes resultados, o volume total de produção de máquinas-ferramentas na Alemanha em 2021 foi estimado pela Oxford Economics (departamento de estimativas econômicas da Universidade de Oxford, na Inglaterra) em 13,2 bilhões de euros. O número ainda está distante dos picos obtidos em 2018/2019, calculados em 17 milhões de euros.

#alemanha #industria #maquinas #ferramentas #vendas #economia #economics



Mais Notícias MM



Tornos CNC para o mercado brasileiro

Equipamentos para usinagem em dois eixos são indicados para a fabricação de lotes específicos e prestação de serviços.

27/06/2022


Vagas abertas para consultoria gratuita sobre eficiência energética

Programa de orientação de empresas para redução de gastos com energia segue com inscrições abertas.

09/06/2022