A Promaflex (Taboão da Serra,SP) trabalhou em novas formulações e na revisão de equipamentos para aprimorar os seus filmes flexíveis voltados para a proteção de chapas de aço inoxidável (inox), um mercado em que é fundamental garantir a boa qualidade superficial dos produtos.

 

A empresa atua desde a década de 80 no segmento de filmes especiais para proteção de metais a serem estampados e fornece para usinas siderúrgicas, centros de distribuição de aço e para usuários finais dos filmes de proteção, tais como fabricantes de eletrodomésticos e estamparias.

 

O setor de inox consome de 9 a 10% dos 11 milhões de metros quadrados de filmes produzidos mensalmente pela Promaflex, um volume que torna a atualização das máquinas uma necessidade constante. Uma das mais recentes incluiu o retrofitting de coextrusoras, como informou Márcio Velletri, sócio-proprietário da empresa. “As máquinas foram preparadas para processar o adesivo que é fornecido em pellets, e os equipamentos para coating também foram desenvolvidos internamente”, comentou. A empresa também está em fase de implementação de um software para gerenciamento de dosadores que deverá entrar em operação até o próximo mês de outubro.

 

Já em relação aos produtos finais, a Promaflex investiu recentemente em alterações nas formulações de adesivos e no desenvolvimento de compostos com maior resistência às radiações UVA e UVB, os quais dão origem a filmes de proteção com menor espessura, mas com melhores níveis de resistência à tração e ao rasgo.

 

A linha de filmes especiais FHT, por exemplo, com espessura de 20 micra, apresenta resistência à tração longitudinal de 2,18 kgf/25 mm, muito próxima à de filmes de 45 micra, como mostra o gráfico abaixo.

 

A Promaflex trabalha com adesivos de acrílico à base d’água, acrílico à base de solvente e em borracha natural, sendo este tipo o mais indicado para a proteção do aço inox por ser mais flexível e evitar a delaminação, protegendo as chapas inclusive durante os processos de estampagem, dobramento e corte. Isso contribui para a redução dos índices de refugo na indústria metal mecânica.


 

________________________________________________________________________________________

Assine a CCM Online, a newsletter quinzenal da Corte e Conformação de Metais, e receba informações sobre mercado e tecnologia para a indústria metalmecânica. Inscreva-se aqui.

________________________________________________________________________________________



Imagens: Promaflex


 

 

Leia também:


 

Investimento no ramo de tubos de inox


 

Conformação a morno dos aços inoxidáveis


 

#Promaflex


 



Mais Notícias CCM



Analisador portátil identifica ligas metálicas instantaneamente

Novos modelos de analisadores portáteis permitem a identificação de elementos de liga em metais de forma rápida e com recursos de conectividade.

15/07/2024


Conformação rotativa pode tornar viáveis as células a combustível

O Instituto Fraunhofer de Máquinas-Ferramenta e Tecnologia de Conformação (IWU) anunciou o desenvolvimento de um sistema rotativo para estampagem das finíssimas chapas metálicas usadas na montagem de placas bipolares que compõem as células a combustível. A novidade poderá reduzir os custos de produção dessas células, com impacto no mercado da mobilidade elétrica, tendo em vista que elas substituem as baterias.

15/07/2024


BMW inaugura estamparia de última geração para produzir carros elétricos

Estamparia com equipamentos de última geração foi inaugurada na unidade norte-americana da montadora alemã, criando mais de 200 novos empregos em áreas técnicas e operacionais.

01/07/2024