A manufatura aditiva tem possibilitado a fabricação rápida e customizada de peças plásticas voltadas para aplicações na área da saúde como, por exemplo, a confecção de dutos e outras peças para respiradores pulmonares destinados recentemente ao tratamento de pacientes infectados pela Covid-19. E o leque de possibilidades na área de impressão 3D também abre caminho para a consolidação de novos produtos pensados para o bem-estar de animais domésticos com deficiência física, como é o caso da linha de cadeiras de rodas e próteses poliméricas para cães desenvolvida pela startup Propaw Lab (Argentina).

 

Próteses poliméricas para cães deficientes feitas por impressão 3D

 

A estrutura das cadeiras de rodas, também chamadas de “carrinhos”, é composta por oito peças tubulares que apresentam versões com formato de “U” ou “T”. Elas são fabricadas separadamente a partir do processamento de filamentos de poli(ácido láctico) (PLA) e possuem um sistema de encaixe que permite a sua união. Já as próteses podem ser confeccionadas em uma única peça usando o mesmo material. O comprimento e o diâmetro interno ou externo de cada componente, bem como a altura e a espessura de suas paredes, são determinados conforme as características do animal ao qual o equipamento será destinado.

De acordo com Alejandro Ezequiel Colli, estudante de engenharia da computação fundador da startup, entre os dados requeridos para o projeto dos itens está a distância entre as juntas das patas, distância entre juntas e solo, largura dos membros, peso, entre outros. Segundo ele, inicialmente são requisitadas aos tutores imagens de seus cães, e as etapas posteriores consistem em encontros presenciais para a realização de ajustes.

O tempo necessário à fabricação de cada conjunto varia de 12 a 16 horas, em que são consumidos aproximadamente 350 g de filamentos de PLA, e a linha de produção com a qual a empresa conta atualmente é formada por quatro impressoras 3D, operadas por uma equipe de três profissionais. “Esperamos que no futuro possamos continuar crescendo e aumentando a capacidade produtiva e estamos dispostos a receber propostas sobre parcerias. As próteses são gratuitas, o que cobramos são as cadeiras de rodas. Só produzimos próteses para animais que residem em locais próximos ao nosso endereço para facilitar o atendimento aos clientes. É por isso que não as enviamos para o exterior, por enquanto”, afirmou Alejandro.

 

cadeiras de rodas para pets fabricadas com materiais poliméricos

 

Os equipamentos são fornecidos com cor preta ou vermelha, mas há a possibilidade de aplicação de matizes diferentes, o que irá depender da disponibilidade de filamentos em cores diferentes.

 

Fotos: Propaw Lab

 

Conteúdo relacionado:

Manufatura aditiva integrada a linhas de produção

Pesquisa traz informações sobre as empresas que atuam no mercado brasileiro como fornecedoras de equipamentos ou insumos para os processos de manufatura aditiva

 

#Impressao3Ddeprotesesparaanimaisdeficientes #Bemestaranimal #Plásticos #PropawLab



Mais Notícias PI



Investimento em reciclagem

Gestora de resíduos europeia investe em maquinário para ampliar a oferta de reciclados obtidos a partir do plásticos flexíveis e rígidos.

11/08/2020


Momento pós-pandemia favorece o mercado de itens de lazer

Fabricante de gelcoat para acabamento de piscinas já percebe aumento de demanda por este item.

10/08/2020


Cresce o interesse em tecnologia digital

Estudo abordou os tipos de tecnologia digital que estão no radar da indústria de manufatura, e trouxe um panorama das áreas em que eles poderão ser usados.

06/08/2020