A Aspiramaq (Diadema, SP), empresa do Grupo New Japan, desenvolve linhas de equipamentos que fazem a coleta de partículas ou gases provenientes de processos industriais como, por exemplo, partículas originadas durante o corte de peças plásticas, bem como fumos gerados por soldagem ou detritos vindos do jateamento de moldes.

Série de coletores de detritos é indicada para a limpeza atmosférica de fábricas

 

Entre os modelos voltados para a eliminação de partículas estão os da série Ciclone, que apresentam vazão máxima por hora, dependendo da versão, de 6.200 a 23.000 metros cúbicos. Eles contam com filtro do tipo cartucho e tambor com “minissaia”, onde são depositados os detritos, e operam com pressão de 200 mmCA. A potência de seu motor é de 7,5 a 30,0 hp, ou, em conversão, 7,6 a 30,4 cavalos, respectivamente. Podem ser configurados com laterais abertas ou fechadas.

 

Segundo informações da empresa, são fornecidos coletores de fumo de soldagem com as seguintes características: motor com potência a partir de 2,23 kW, nível de ruído a partir de 80 dB e temperatura máxima de operação de 90 °C. Eles são comercializados em versões móveis ou estacionárias. Também são fornecidos itens opcionais.

 

Tel. (11) 4049-1759, www.aspiramaq.com.br



Mais Notícias PI



Novo modelo de negócios simplifica a adoção dos bioplásticos

Empresa chilena desenvolvedora de bioplásticos desembarca no Brasil propondo a parceria com transformadores para a fabricação de embalagens biodegradáveis.

19/10/2021


Plástico de engenharia substitui metal na estrutura de teto panorâmico

Material desenvolvido pela Basf proporciona alta estabilidade dimensional para peças grandes , sendo uma alternativa para componentes estruturais de tetos panorâmicos de veículos, reduzindo em até 60% do peso do conjunto.

19/10/2021


Nova fábrica de autopeças em SP

Plascar anunciou a construção de uma unidade fabril no interior do Estado de São Paulo.

19/10/2021