A Bold, empresa fabricante de chapas plásticas sediada em Jaraguá do Sul (SC), desenvolveu o acrílico Bold NanoPower com ação antiviral ativa. O produto, desenvolvido com tecnologia nacional, já está disponível no mercado como mais uma alternativa dos materiais plásticos no combate à pandemia de Covid-19.

 

O Bold NanoPower é um acrílico formulado com nanopartículas de cobre, capaz de eliminar 99% dos vírus (em testes realizados com CCov, mesma família que o Sars-Cov-2) que entrarem em contato em apenas 30 segundos. Sua formulação garante que a ação antiviral permaneça ativa ao longo dos anos, durante toda a vida útil da peça. Isso graças a incorporação do aditivo em todo material, não se restringindo apenas à sua superfície.

 

De acordo com a companhia, as nanopartículas de cobre atuam como um ímã atraindo os vírus e desintegrando sua camada bilipídica, o que inibe a ação viral. Um vídeo sobre o desenvolvimento e atuação do material pode ser assistido no seguinte link:

 

 

Suas características são similares às do acrílico (PMMA) convencional, incluindo o alto índice de transparência. Uma vez que as nanopartículas são imperceptíveis a olho nu, a transparência e transmitância do material são preservadas, inclusive após transformação por processos como corte, dobra, usinagem e outros tipos de moldagem, sem perder o efeito virucida.

 

A novidade foi desenvolvida em parceria com a start-up TNS Nanotecnologia, sediada em Florianópolis (SC), que já atua em parceria com outros setores desenvolvendo aditivos antivirais nanoparticulados.

Para a Bold, o novo material foi desenvolvido em função da disseminação do novo coronavírus para ser usado como barreira de proteção física, mas tem potencial de utilidade pós-pandemia tanto em setores industriais como médico-hospitalar, odontológico, laboratorial, fabril, de artigos para bebês, alimentício, quanto em bares, restaurantes e buffets.

 

(Fotos: Bold)

#plastico #antiviral #acrilicoantiviral #boldnanopower

 

Conteúdo relacionado:

Acordo amplia a oferta de agentes antimicrobianos para polímeros no Brasil

Filme plástico livre de inseticida para controle de pragas



Mais Notícias PI



Máquinas de autoatendimento incentivam a reciclagem de embalagens

Mais dez unidades da chamada Retorna Machine são instaladas em pontos da cidade de São Paulo, pela Ambev e Triciclo-Ambipar, que incentiva a troca de embalagens pós-consumo por serviços e créditos.

19/01/2022


Novos polímeros com grafeno, mais resistentes e sustentáveis

Parceria entre a Gerdau Graphene e a unidade Embrapii Senai Mario Amato terá foco na pesquisa, desenvolvimento e inovação para aplicações industriais do grafeno em plásticos.

18/01/2022


Poluição marinha por plásticos em debate

A AMI promove gratuitamente o evento virtual “Ocean Plastic”, que falará sobre como encontrar maneiras de resolver o problema da poluição marinha por plásticos.

17/01/2022