Robôs e manipuladores


As empresas constantes deste guia comercializam autômatos usados em operações complementares à transformação de plásticos, em tarefas que envolvem desde a manipulação de componentes até a aplicação de desmoldantes e fibras de reforço.




As tarefas que os robôs podem desempenhar na indústria de plásticos são muitas, indo desde a extração de peças até a colagem de componentes ou a aplicação de fibras de reforço. Nesses casos os autômatos substituem a mão de obra humana, seja com a finalidade de evitar a presença dos colaboradores em situações insalubres ou de risco, garantir a repetibilidade das operações ou integrar as ações no chão de fábrica para fins de controle unificado. Os fornecedores listados neste guia desenvolvem modelos voltados para tarefas específicas no setor de plásticos, tendo o segmento de injeção como o mais representativo enquanto consumidor dos sistemas robóticos, seguido por extrusão, sopro, termoformagem e rotomoldagem. Metade das empresas fornecedoras pesquisadas informaram ter percebido aumento de demanda pelos sistemas robóticos no último ano em decorrência da pandemia de Covid-19, que trouxe consigo a necessidade de estabelecer novas escalas de trabalho em respeito às normas sanitárias e de distanciamento social. Os índices de aumento da procura por autômatos variaram de empresa a empresa, situando-se na faixa entre 10 e 50%.









Compartilhe:


Voltar