A Usiminas agora conta com um certificado de patente do INPI - Instituto Nacional de Propriedade Industrial para a produção de aço laminado extra limpo. O projeto foi idealizado por uma equipe técnica da Gerência-Geral de Laminação a Frio da Usina de Cubatão e o processo de patenteamento foi iniciado em 2013.

De acordo com a empresa, o projeto atende a demanda do mercado por melhor qualidade do produto final. “O invento surgiu a partir das demandas percebidas no mercado por materiais com alto valor agregado, principalmente na linha branca e a indústria automotiva. Esses segmentos também demonstram a necessidade de receber materiais com baixo resíduo. Pensando nisso, a Usiminas denominou esse material como ‘Extra Limpo’ e desenvolveu o processo”, detalha José Dias Blanco, líder da equipe do projeto.

O processo desenvolvido pela Usiminas elimina a necessidade de instalação de linhas de limpeza eletrolítica, ao contrário de processos convencionais realizados em siderúrgicas. Entre os benefícios estão a redução dos custos de fabricação, menor geração de resíduos e melhor qualidade do produto final. 



Mais Notícias MM



Manufatura aditiva: nova aquisição movimenta o mercado internacional

Empresa americana Desktop Metal é a nova proprietária da italiana Aidro, empresa inovadora no ramo de impressão 3D

14/09/2021


Tecnologia: impressora 3D com IA e algoritmos para aprendizado de máquinas

Lançada pela Breton, o modelo Genesis combina métodos aditivos e substrativos de produção com materiais termoplásticos em larga escala

31/08/2021


Aplicação: máquina de serra é capaz de separar titânio impresso em 3D

Novidades da alemã Behringer, os modelos HBE320-523 3D e LPS-T. da série 3D realizam corte em componentes feitos por manufatura aditiva

31/08/2021