A Sandvik Coromant anunciou atualizações em seu esquema de reciclagem de forma a permitir que os clientes vendam suas ferramentas de corte desgastadas de volta à empresa para que metais duros como o tungstênio possam ser reutilizados.

 

A reciclagem de ferramentas se tornou um processo baseado em dados, com um portal on-line no qual os clientes podem solicitar a coleta de itens que já não são mais usados e receber informações sobre os ganhos financeiros e de sustentabilidade que podem ser obtidos com esta ação.

 

Conforme informado pela Sandvik, as reservas mundiais de tungstênio estão em torno de torno de sete milhões de toneladas – o suficiente para 100 anos de consumo – e por isso é fundamental que os fabricantes de máquinas-ferramentas deem o exemplo e facilitem as práticas de reciclagem de ferramentas.

 

A Sandvik Coromant tem incentivado a reciclagem de metal duro cementado desde 1997. O pó metálico obtido com o beneficiamento das ferramentas usadas é submetido à purificação química que ajuda a recuperar os materiais, conferindo-lhes as mesmas propriedades do tungstênio originalmente extraído das minas. Os elementos adicionais no metal duro cementado também são tratados, a exemplo do cobalto, que é recuperado e enviado para parceiros recicladores.
 

Com as atualizações do programa, os clientes da Sandvik Coromant que desejam vender suas ferramentas recicladas para a Sandvik Coromant poderão acessar o portal on-line e receber uma cotação instantânea para o volume que desejam reciclar, além de garantir um horário de coleta do pedido e receber caixas de reciclagem com antecedência. O portal também fornecerá dados sobre a quantidade de emissões de carbono reduzidas pelo metal que eles reciclaram. De acordo com Antonia Dåderman, gerente de programa EPMO da Sandvik Coromant, “95% de uma pastilha de metal duro pode ser reciclada. Desse metal duro, o tungstênio representa cerca de 75%".

 

Atualmente, estão em andamento esquemas-piloto globais para o programa de reciclagem, e a implementação para todos os clientes está sendo planejada para 2025. Mais informações sobre o programa podem ser solicitadas pelo site da empresa.
 

 

Imagem: Sandvik

 

 

Leia também:

 

 

Mikron Tool lança ferramentas para usinagem de titânio

 

 

Acordo para reaproveitar CO2 na produção de aços

 

 

#Sandvik



Mais Notícias MM



Analisador portátil identifica ligas metálicas instantaneamente

Novos modelos de analisadores portáteis permitem a identificação de elementos de liga em metais de forma rápida e com recursos de conectividade.

22/07/2024


Nova unidade da Igus vai promover a automação de baixo custo

A empresa alemã inaugurou um centro de automação em Joinville (SC) para promover a disseminação do uso de sistemas robóticos em tarefas industriais.

05/07/2024


Fabricante de retificadoras lança nova versão de software

A ANCA anunciou a nova versão de seu sistema de controle e monitoramento de ferramentas e operações de retificação.

04/07/2024