A Seco Tools, companhia suíça especializada em soluções para o corte dos metais em fresamento, ferramentas estacionárias, holemaking e sistemas de fixação, estabeleceu uma meta ousada para tornar ainda mais relevante a sua contribuição para a reciclagem de materiais a preservação do meio-ambiente: 90% de sua produção deve ser atrelada à economia circular até 2030.

Para que isso aconteça, segundo a empresa, será preciso fazer alterações sensíveis em processos e modelos de negócios. Outra estratégia será o estabelecimento de parcerias com clientes para a compra de ferramentas no fim da vida operacional, visando a reciclagem ou conversão em novos produtos e posterior revenda ao mercado, num processo que busca como meta o desperdício zero de materiais. 

O planejamento da companhia também prevê a otimização de processos para evitar o gasto desnecessário de recursos. Por isso, pretende revisar vários segmentos de seu ciclo produtivo: logística, triagem, armazenamento, biologia molecular e química, gestão de riscos e assim por diante. Além disso, o aprimoramento dos sistemas de coleta e tratamento também está nos planos. Mais informações sobre a aplicação da economia circular na Seco Tools estão presentes na área de negócios sustentáveis do site www.secotools.com.



Mais Notícias MM



Aço bruto: produção registra aumento no início de 2021

Em janeiro e fevereiro, índice atingido foi superior ao de igual período do ano passado, mesmo resultado obtido por laminados, vendas internas, consumo aparente e importações

23/03/2021


Matéria-prima: fornecedora de aços para usinagem anuncia investimento milionário

Grupo Açotubo pretende aplicar R$ 120 milhões em seus processos até 2023. Deste valor, R$ 50 milhões serão gastos ainda neste ano

08/03/2021