O corte e a usinagem de furos eram tarefas executadas manualmente pelos funcionários da fabricante Weholite (Reino Unido), uma das principais produtoras de tubulações plásticas de grandes diâmetros. Para realizar esse processo, feito em polietileno de alta densidade (PEAD), os operadores eram submetidos a vibrações acima do nível permitido. Com a recente integração de robôs ao ciclo de produção de sua fábrica, a empresa resolveu este problema e atestou uma redução de 25% em relação ao valor recomendado.

Além da questão de segurança, a fabricante também divulgou que a adição dos robôs – fabricados pela Kuka e programados com o software Robotmaster – levou a uma redução de 40% na etapa de pré-fabricação, resultando em maior produtividade no processo. Um vídeo ilustrando a aplicação foi publicado na página da Robotmaster no LinkedIn. Ele pode ser visto clicando aqui.

Nova versão

A versão 7.3 do Robotmaster, lançado pela Hypertherm, também inclui suporte para impressoras 3D. Assim como pode auxiliar os processos executados pelos robôs da marca Kuka, o software também inclui suporte para os arquivos CAD mais recentes,  plug-ins para CATIA, SolidWorks e Siemens, entre outros.



Mais Notícias MM



Manufatura aditiva: nova aquisição movimenta o mercado internacional

Empresa americana Desktop Metal é a nova proprietária da italiana Aidro, empresa inovadora no ramo de impressão 3D

14/09/2021


Tecnologia: impressora 3D com IA e algoritmos para aprendizado de máquinas

Lançada pela Breton, o modelo Genesis combina métodos aditivos e substrativos de produção com materiais termoplásticos em larga escala

31/08/2021


Aplicação: máquina de serra é capaz de separar titânio impresso em 3D

Novidades da alemã Behringer, os modelos HBE320-523 3D e LPS-T. da série 3D realizam corte em componentes feitos por manufatura aditiva

31/08/2021