O SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) anunciou, no último dia 30 de junho, a criação de mais quatro categorias em que irá investir em projetos de pesquisa e inovação de empresas e startups: Chamada Regional, Missão Industrial, Startup.Tech e Agenda.Tech. Estes setores receberão R$ 4,8 milhões para o desenvolvimento de produtos, processos e serviços que visam aumentar a competitividade e a produtividade da indústria brasileira.

A categoria de Chamada Regional foi criada para remunerar os trabalhos propostos pelos Departamentos Regionais do SENAI, enquanto os outros três setores miram a elaboração de projetos P&D, prova de conceito e estudos setoriais na indústria local.

As startups, micros e pequenas companhias de tecnologia interessadas em participar da iniciativa podem consultar os desafios, propostos por médias e grandes indústrias, e enviar as suas ideias na Plataforma Inovação para a Indústria, criada pelo SENAI e pelo SESI (Serviço Social da Indústria). As propostas selecionadas pelas duas entidades receberão recursos e apoio para que sejam desenvolvidas, passando por processos de validação, em um período de 12 a 36 meses, dependendo da categoria. 

Além dos recursos injetados nas novas categorias, o SENAI também vai aportar R$ 42 milhões na categoria Rota 2030, direcionado à melhoria da inserção da indústria automotiva brasileira no cenário internacional. Os projetos relativos ao Projeto Prioritário Alavancagem de Alianças para o Setor Automotivo, que pertence ao setor, têm como foco o desenvolvimento de competências, a melhoria na eficiência da cadeia produtiva e o aumento de recursos para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

#senai #inovacao #industria #projetos #startup #P&D #sesi




Mais Notícias MM



Retificação: com correção automática de perfil, máquina simplifica usinagem de eixos de rotor

Retificadora cilíndrica Jumat, da Junker, foi desenvolvida sob um conceito flexível, e tem capacidade de realizar medição e correção automática do perfil do rebolo. Com ela, foi possível realizar a usinagem completa de um eixo de compressor do tipo parafuso em uma única configuração

20/07/2021


Automação industrial: protocolo facilita programação e integração de robôs com CLPs

Com um padrão de comunicação uniforme, a linha robótica da Comau está integrada com a biblioteca da Siemens Simatic, o que facilita a adoção de robôs articulados por quem já utiliza os controladores lógicos programáveis da marca

20/07/2021


Grafeno: planta brasileira de produção é oficialmente inaugurada

Desenvolvida pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), a USC GRAPHENE é considerada a maior da América Latina, com capacidade instalada de 5 mil/kg do material por ano

20/07/2021