Superligas resistentes ao calor, tais como Inconel, titânio, aços inoxidáveis da série PH são alguns materiais usinados pelos fabricantes do setor aeroespacial e um dos grandes desafios dessa operação é a formação de aresta postiça e lascas dos cantos da ferramenta de corte. Para minimizar estes problemas no processo de furação, a Kennametal desenvolveu a broca de metal duro B21*SGL. Desenvolvida com geometria de ponta com ângulo de corte com aumento gradual constante, promete uma quebra de cavacos mais favorável com forças de corte reduzidas para evitar o desgaste. Além disso, conta com revestimento monocamada de AlTiN por PVD patenteado.

Entre outras características, também estão a aresta de corte polida, a margem de canto de corte negativo e o design de canal que garante bom escoamento de cavacos. Pelo fato de possuir elevado teor de alumínio, a classe KCMS15 também se torna resistente ao desgaste, o que permite a produção de mais furos. Segundo Matthieu Guillon, gestor de grandes contas do setor aeroespacial, seus clientes constataram aumentos de vida útil de duas a seis vezes na usinagem de materiais complexos. “Isso ocorreu mesmo após aumentos de até 50% nos avanços em alguns casos".

A broca de metal duro B21*SGL da Kennametal está disponível em vários tamanhos com medidas imperiais e métricas e com profundidades de furo até 8xD.

#superligas #furação #broca #metalduro #kennametal



Mais Notícias MM



Dormer Pramet lança pastilhas de corte para fresamentos profundos

Além da linha SNGX1, a empresa lançou a fresa SSN11 e acrescentou nova geometria à linha ADMX07

22/04/2020


AMS Brasil anuncia representação exclusiva da Sintratec

Empresa vai comercializar impressoras 3D SLS para pesquisa e produção

22/04/2020