Prolongar a vida útil das peças é preciso, especialmente nos tempos de crise econômica como os atuais, em que os fabricantes necessitam reduzir os custos sem piorar a qualidade de seu trabalho. Os clientes da Sandvik Coromant podem obter este benefício com tranquilidade, uma vez que a empresa oferece um serviço próprio de recondicionamento de ferramentas para os mercados da Europa, Ásia e Américas, incluindo o Brasil.

O processo funciona da seguinte forma: o consumidor envia a peça desgastada para um dos centros locais da empresa em uma caixa de recondicionamento fornecida pela própria Sandvik. Lá, a manufatura é realizada com as mesmas geometrias e revestimentos das especificações originais. Os resultados também são idênticos aos observados em uma ferramenta nova em folha.

De acordo com a Sandvik, todas as suas ferramentas inteiriças de metal duro são propícias a este processo, que está se tornando cada vez mais presente uma marca registrada de seus produtos: por exemplo, o mais novo item do catálogo da marca, a versão recente da linha CoroDrill 860-GM, pode ser submetido a até três recondicionamentos. E a intenção é ajudar o tanto o bolso do cliente quanto a natureza, pois as peças são feita com materiais como o tungstênio, cujas reservas estão estimadas para durar só mais cem anos.



Mais Notícias MM



Tendência: caminhões elétricos para distribuição de bebidas

A gigante Ambev comprou mil vans e caminhões elétricos da nova FNM. Os veículos são produzidos em cooperação técnica com a Agrale, em fábrica de Caxias do Sul (RS)

17/02/2021


Aeroespacial: ferramentas de corte especiais para montagem e fuselagem

Dormet Pramet inclui em seu catálogo os produtos da fabricante Wetmore, que têm foco em montagem e fuselagem de aeronaves

17/02/2021


Distribuição: centro de furação Robodrill tem nova parceira para vendas

Romi assume comercialização e pós-vendas da linha fabricada pela japonesa Fanuc, em quase toda a América do Sul

02/02/2021