Por que a norma ABNT NBR 5410 exige esquemas TN-S? Qual a eficácia da proteção contra choque em esquemas TN-C? Malhas de aterramento podem substituir condutores de proteção? Qual o papel dos eletrodos de aterramento em esquemas TN? Hastes, anéis ou eletrodos de fundação? As medidas de equipotencialização equalizam potencial? Como executar a equipotencialização funcional? Esses e outros assuntos são discutidos no webinar EM sobre Aterramento e equipotencialização em esquemas TN pelo palestrante convidado, o consultor Celso L. P. Mendes. Em 60 minutos de apresentação, ele interpreta os requisitos pertinentes da norma brasileira, e tece interessantes comparações com base em sua longa vivência com a normalização alemã.    

Celso Luiz Pereira Mendes foi diretor geral da Klöckner-Moeller e gerente geral da Siemens na área de Sistemas Industriais de Energia Elétrica. Membro da CE da NBR 5410 desde 1990, publicou diversos trabalhos sobre a norma em livros e revistas. É Life Senior Member do IEEE e membro sênior da VDE (Alemanha). É consultor de Eletricidade Moderna, de FotoVolt e da Intersolar South America.

Este evento complementa as apresentações dos engenheiros João Gilberto Cunha e Sergio Roberto Silva Santos, transmitidas em 18 de junho, que focaram principalmente nos esquemas TT e IT, mas também pode ser considerado um novo webinar, já que analisa com maior amplitude os esquemas TN.

A apresentação de Celso Mendes está disponível no YouTube em: https://youtu.be/6tPsjobmxMA. Já o webinar anterior, com João Cunha e Sergio Santos, pode ser assistido na íntegra em https://www.youtube.com/watch?v=uX8OvOcbPHU .



Mais Notícias FOTOVOLT



MME lança guia para auxiliar projetos solares e de eficiência energética em prédios públicos

Fruto de parceria com o governo alemão, o documento ensina municípios a estruturar projetos aptos a captar recursos.

30/07/2020


Maior solar híbrida behind-the-meter do mundo será construída nos Estados Unidos

Usina em Nevada faz parte de projeto com outras instalações que visa atingir capacidade de 1 GW com solar e baterias.

30/07/2020


Magazine Luiza contrata geração solar da GreenYellow

Em contrato de aluguel, as três miniusinas, com potência total de 4861 kWp, vão tornar 214 lojas autossuficientes com energia renovável.

30/07/2020