A portuguesa EDP acabou de concluir a implantação de usina solar fotovoltaica flutuante no maior reservatório de hidrelétrica da Europa Ocidental. Com 5 MW de capacidade instalada, a UFV flutuante foi instalada no reservatório de água de Alqueva, Portugal, onde há hidrelétrica com potência de 520 MW. O empreendimento tem a previsão de gerar 7,5 GWh de eletricidade por ano e foi complementado com baterias de lítio para armazenar 2 MWh. Segundo a EDP, trata-se do maior projeto do gênero em uma hidrelétrica na Europa.

O projeto conta com 12 mil módulos solares FV, dispostos em 26 mil flutuadores da espanhola Isigenere, modelo Isifloating 4.0. Um grupo de empresas se responsabilizou pela instalação, que incluiu uso de elementos de amarração de alta resistência, já que as condições do reservatório não são consideradas das mais favoráveis. Há muitas grandes ondas no local, profundidades máximas de 70 metros e variações de nível de água de 23 metros.

O projeto contemplou inovações. Por exemplo, foram utilizadas boias feitas a partir de um composto de cortiça - uma matéria-prima 100% natural, reciclável e biocompatível - e polímeros reciclados. O sistema de ancoragem e amarração de alta resistência, para ambientes complexos, foi implementado como resultado do projeto europeu de inovação Fresher, do qual a Isigenere participou nos últimos dois anos.

Além da equipe da EDP e da Isigenere, participaram da implementação da usina solar flutuante a empresa Maetel, responsável pela instalação da plataforma flutuante solar e dos componentes elétricos; o consórcio de projetos europeu Fresher (EDP, Wavec Offshore, Rise, Seaflex, Isigenere), responsável pelo projeto e instalação dos sistemas de ancoragem e amarração; a Seaflex, que forneceu das amarras flexíveis; a Top Marinas, que instalou a ancoragem e as amarras; a Prefor, fornecedora dos elementos de concreto de ultra-alta resistência - que suportam a estação de transformador flutuante de 22.000 kg e os pontões de proteção do perímetro – ; e a Amorim Cork Composites, fornecedora do polímero de cortiça natural.



Mais Notícias FOTOVOLT



Coppe inaugura ilha de policogeração com base na solar FV

Sistema no instituto de pesquisa da UFRJ vai estudar produção conjunta de energia solar fotovoltaica, água destilada, biocombustível, frio e calor.

27/05/2022


Webinar de FotoVolt-EM ensina a “curar” usinas fotovoltaicas

As patologias das instalações solares FV e como saná-las serão assunto de três especialistas na próxima quinta-feira.

27/05/2022


Programas ampliam uso de GD solar em bares e restaurantes

O aplicativo iFood e a cervejaria Ambev estimulam adesão de estabelecimentos à geração distribuída.

26/05/2022