Após  um processo de rebranding iniciado no ano passado, a Empresa Mineira de Geração Distribuída (EMGD) adotou o nome Bulbe e ampliou sua atuação, agregando agora atendimento a clientes pessoas físicas ― desde sua fundação, há cinco anos, a empresa era voltada exclusivamente a clientes empresariais de Minas Gerais. A agora Bulbe inaugurou no ano passado sua primeira usina fotovoltaica, Corvina, e tem planos de investir R$ 500 milhões em mais de 30 novas plantas no Estado até 2024 . Só em Corvina, que ocupa 11 hectares na cidade de Pirapora e tem potência de 6 MWp, o investimento inicial foi de cerca de R$ 25 milhões.

“Corvina foi nosso projeto piloto e lá testamos uma série de processos, tais como o modelo de negócio, a forma de implantar e de operar, as ações junto à Cemig, administração pública, aos bancos, acionistas e órgãos ambientais””, avalia José Francisco Dutra, diretor financeiro da Bulbe. A energia produzida na usina compensa o consumo de mais de 200 consumidores, proporcionando economia total de cerca de R$ 2,5 milhões por ano a esses clientes.

Segundo protocolo de intenções assinado com o governo mineiro em 2020, as novas usinas fotovoltaicas serão instaladas na região norte de Minas, a mais carente do estado. Com elas, a Bulbe poderá alcançar até o fim de 2024 cerca de 100 mil clientes. De acordo com José Francisco, as primeiras cinco plantas da lista começam a operar ainda este ano nas cidades de Coração de Jesus, Araçuaí e Mirabela. “Outras dez usinas já estão em fase de projeto e serão entregues ao longo de 2022.”

Um trunfo da empresa, segundo o diretor, são as ferramentas digitais próprias, que permitem ao cliente um controle transparente sobre cada detalhe de sua cota de energia contratada. “São facilmente disponíveis consultas sobre créditos de energia consumidos mês a mês, economia alcançada, canais diretos de comunicação com o atendimento, e outros recursos interativos”, diz.



Mais Notícias FOTOVOLT



Portuguesa Galp inicia atuação em solar no Brasil comprando 594 MWp

Empresa de soluções energéticas quer aumentar participação de renováveis em seu portfólio.

21/10/2021


Exército realiza simpósio gratuito online de energia solar

Com 30 palestrantes, o evento é aberto à participação do público, que acompanhará a programação pela Internet.

21/10/2021


Solfácil abre linha para financiar solar em propriedade rural

A fintech também inaugurou um marketplace específico para integradores.

21/10/2021