Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) lançou novas linhas de crédito especiais para projetos de autoconsumo ou geração de energias renováveis em Minas Gerais. Os financiamentos podem ser contratados por empreendimentos de micro, médio e grandes portes, mediante parcerias do banco com os integradores e distribuidores do mercado ou via contratação direta, conforme cada linha. 
A meta é apoiar principalmente projetos solares fotovoltaicos, tanto de geração distribuída como para usinas centralizadas. Além disso, as linhas também contemplam o financiamento de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), centrais de geração hidrelétrica (CGHs), iluminação sustentável (lâmpadas de LED, por exemplo) e ainda projetos de eficiência energética. 
As taxas praticadas variam conforme cada linha, tipo de projeto e condições da empresa, mas em geral estão em patamar abaixo do mercado, segundo revelou o banco. O prazo de pagamento pode variar entre 72 e 144 meses, com carência entre seis e 24 meses.
Em 2020, o BDMG desembolsou para o setor de energia R$ 97,8 milhões, principalmente para projetos de energia solar fotovoltaica, além de PCHs e CGHs, com alta de 67% sobre o ano anterior. Segundo o banco, os projetos financiados reuniram potencial para gerar energia equivalente ao consumo anual médio de 28 mil domicílios.




Mais Notícias FOTOVOLT



Paraíba vai ter fábrica de módulos e novo complexo solar

Nova unidade da Balfar e complexo Santa Luzia, do grupo Rio Alto, somarão R$ 4,17 bilhões em investimentos no estado.

17/06/2021


WDC faz parceria com Huawei e HDT Energy

Ideia é promover a sinergia de equipamentos com a operação de distribuição e logística das empresas no País.

17/06/2021


EDP conclui aquisição de portfólio de GD solar da AES

Negociação envolve R$ 101,1 milhões e portfólio de aproximadamente 34 MWp, entre projetos em operação e para serem construídos

17/06/2021