A Enel X Brasil iniciou as obras para construção de duas usinas solares para a operadora de telecom TIM. Em desenvolvimento desde abril de 2020, a capacidade total das duas usinas é de 9,9 MWp, com 24 mil módulos solares, e se localizam nos municípios de Ibititá e América Dourada, na Bahia.  Segundo a Enel X, do grupo italiano Enel, trata-se do maior projeto de geração de energia da empresa na América Latina.

As usinas estarão disponíveis para a TIM por um período de 15 anos, conforme o modelo de negócio fechado, e vão atender por geração distribuída compartilhada a 716 estações rádio-base desta empresa na área de concessão da distribuidora Coelba. A expectativa é a de que as duas miniusinas entrem em operação no segundo semestre deste ano.

Esses últimos investimentos fazem parte de um projeto de geração distribuída da TIM iniciado em 2017. A operadora conta hoje com 34 usinas de energia solar, hídrica e de biogás em operação e pretende chegar a 60 unidades em 2022, com geração mensal de 38 GWh. A TIM encerrou 2020 com 74,5% do seu consumo de energia proveniente de fontes renováveis e tem como meta alcançar mais de 90% até 2025. Com as duas miniusinas na Bahia, a Enel X alcança 27,1 MWp em projetos de energia solar voltados para clientes industriais.

 



Mais Notícias FOTOVOLT



Regulamentação da geração distribuída divide o setor elétrico

Prestes a ter marco legal votado no Congresso e revisão da resolução 482 definida, geração distribuída é tema de embates entre entidades.

15/04/2021


Solar FV vai ser energia principal para deter aquecimento global

Segundo estudo, fonte responderá por 76% da matriz elétrica em 2050 e, aliada a baterias e ao hidrogênio verde, ajudará a cumprir meta do Acordo de Paris.

15/04/2021


WDC Networks assina acordo para usar módulos Longi

Empresa monta sistemas solares FV para fechar contratos de prestação de serviços.

15/04/2021