Com meta de ter seu consumo de energia totalmente renovável em dois anos, a operadora de telecomunicações Oi aproximou-se do objetivo neste semestre com a entrada em operação de duas usinas solares da Faro Energy em Minas Gerais, nas cidades de Janaúba e Jaíba, que passaram a ter os 21 GWh gerados por ano compensados em 1,9 mil unidades consumidoras da Oi no estado mineiro.

Com potência total instalada de 5,23 MW, as usinas solares da Faro ajudaram a Oi a fechar 2020 com cerca de 60% do seu consumo atendido por renovável. Com a estratégia, que inclui além da geração distribuída com outras parcerias a migração de unidades em média e alta tensão para o mercado livre, a operadora estima ter economizado em 2020 por volta de R$ 400 milhões na sua conta de luz.

O investimento nas duas usinas, de R$ 45 milhões, foi totalmente da Faro Energy. Segundo esta empresa, além dessas usinas para a Oi, há outras em execução na região. No total, a Faro conta com 50 MWp de projetos em 14 estados e no Distrito Federal. Até 2021 pretende investir mais de R$ 800 milhões, quando deve atingir a marca de 200 MWp.



Mais Notícias FOTOVOLT



Solar FV promete gerar 147 mil empregos em 2021

Projeção da Absolar se baseia na expectativa de que serão investidos R$ 22,6 bilhões no setor.

20/01/2021


Helexia vai implantar 60 MWp de GD solar para a Vivo

Empresa francesa venceu concorrência da operadora de telecom para instalar 16 usinas até fevereiro de 2022.

20/01/2021


Tesla passa a produzir inversor solar

Empresa norte-americana integra o novo produto aos seus sistemas de geração e armazenamento de energia.

20/01/2021