A distribuidora Elgin, especializada em equipamentos fotovoltaicos e provedora de soluções nas áreas de climatização, refrigeração, iluminação e automação, anunciou investimentos de R$ 140 milhões para ampliar seu estoque na área solar. A meta do grupo é tornar essa área de atuação a mais importante em até cinco anos.

Já para 2021 a projeção é atingir crescimento de 150% no volume de negócios de equipamentos solares, com ampliação de pedidos de empresas integradoras que atuam em projetos para residências, comércios, indústrias e propriedades rurais.

A perspectiva de crescimento para este ano segue a curva de resultado obtido pela empresa em 2020, quando foi registrado aumento de 140% nas vendas em comparação com o ano anterior. No período, os geradores residenciais lideraram os pedidos, com 85% de participação, seguidos pelos comerciais (10%) e industriais (5%).

O modelo de negócios envolve a distribuição de kits de energia solar fotovoltaica, onde módulos solares FV, inversores de frequência e estruturas de fixação levam a marca Elgin. Além disso, a empresa conta com área de engenharia para apoiar os integradores nos projetos. A Elgin atua no setor fotovoltaico desde 2017 e, no ano passado, criou uma divisão especifica para ampliar o desenvolvimento dos negócios da companhia no segmento.



Mais Notícias FOTOVOLT



GD solar manteve crescimento e estabilidade de preços no 1º semestre

Mesmo com alta no custo dos equipamentos, geração distribuída continua a crescer em ritmo forte no País, aponta estudo da consultoria Greener.

23/09/2021


Shell Energy investirá R$ 3 bi no Brasil, principalmente em solar

Empresa também vai destinar parte do montante a energia eólica, gás natural e certificados I-REC, entre outros produtos.

23/09/2021


Fonte solar FV tem 32,25 GW cadastrados para o leilão A-5

Com 835 projetos cadastradas, fonte só perde em potência ofertada para as térmicas a gás natural.

23/09/2021